Diego se emociona com convocação para seleção e diz estar 'rindo sozinho'

RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) - Consagrado na carreira e realizado financeiramente, Diego ainda se emociona com o futebol aos 32 anos. O meia foi convocado para a seleção brasileira nesta sexta-feira (3) e recebeu a notícia através do diretor executivo de futebol do Flamengo, Rodrigo Caetano. O camisa 35 rubro-negro se emocionou e foi cumprimentado pelos companheiros. O clube da Gávea divulgou um vídeo com a repercussão do chamado durante o treino no CT Ninho do Urubu.

"Fico emocionado porque sempre foi um grande objetivo quando deixei de ser convocado. Queria retornar de forma convincente. Foi uma alegria enorme e estar presente tem um grande significado. Deus sabe o quanto trabalhei e sonhei com esse momento. O Flamengo faz parte disso diretamente. Agradeço ao clube, jogadores, torcedores, comissão técnica e diretoria. Nada disso seria possível sem eles. Estou rindo sozinho aqui", afirmou.

Diego foi chamado pelo técnico Tite para os jogos contra Uruguai e Paraguai. Os compromissos são válidos pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018 e podem garantir a seleção brasileira em mais um Mundial. Durante o anúncio, Tite citou o profissionalismo de Diego, que treinou nas férias em busca de uma preparação melhor para a temporada.

"Acho que tenho a minha qualidade, mas preciso de muito trabalho e transpiração. Ainda mais passando dos 30 anos. É fundamental para render em alto nível. O futebol está muito físico e para se sobressair é importante igualar o nível. Trabalhar para mim é um grande prazer", comentou, lembrando a primeira vez que vestiu a camisa da seleção brasileira.

"É difícil até comparar, mas quando você deixa de estar presente na seleção brasileira ficam as dúvidas. Retornar significa superar tudo isso. É uma concorrência enorme, pois na seleção estão os melhores jogadores do mundo. Falta um ano para a Copa do Mundo e tenho os meus sonhos e objetivos", concluiu.