Diego, Diego Souza e Ederson são as surpresas da lista de Tite

O rótulo de  ‘comandante’ nunca fez tanto sentido para Tite. Afinal, o técnico convocou a Seleção Brasileira em meio a aviões, comissárias de bordo e pilotos, no hangar da Gol Linhas Aéreas, no Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, na manhã desta sexta-feira (03).

E haverá novidades na 'tripulação' canarinho, nos  duelos contra o Uruguai – próximo 23, em Montevidéu – e Paraguai – 28, na Arena Corinthians, capital paulista -,  pelas 13ª e 14ª rodadas, respectivamente, das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2018.

Diego Dudu Brasil Colombia amistoso 25 012017


(Foto: Pedro Martins / MoWA Press)

Diego Souza, Diego e Ederson foram as grandes surpresas da lista de Tite. O meia/atacante do Sport voltou a se destacar no Campeonato Brasileiro, do ano passado, e aproveitou o amistoso, em homenagem às vítimas da Chapecoense, diante da Colômbia, em 25 de janeiro, no Rio, quando somente atletas de equipes nacionais acabaram convocados.

 

VEJA TAMBÉM:
Torres agradece apoio | Os títulos de L. Enrique | Os melhores da EPL até aqui

 

Por sua vez, Diego tornou-se o grande líder e estrela de um ‘revigorado’ Flamengo. Ele também enfrentou os colombianos no Engenhão. “Quando a gente fala em acompanhamento, fica uma situação jogada ao ar. Diego treinou nas férias. Se ele está jogando em alto nível como está, tem todo uma preparação de atleta de alto nível. Nós buscamos e acompanhamos e vamos enaltecer esse tipo de comportamento”, comentou Tite, durante a coletiva de imprensa.

Ederson Benfica Borussia Dortmund Champions League R16 14022017

Já Ederson assumiu a meta do Benfica e não largou mais. Muito elogiado na Europa, era nome quase certo para figurar nos próximos duelos da Seleção. 

NÚMEROS DE EDERSON NO PORTUGUÊS 2016/17

"O primeiro filtro, o Taffarel busca os jogadores de acompanhamento de treinos, do bom momento técnico do atleta. Tem hoje em torno de 56 atletas que a gente acompanha, fora os emergentes. O quanto de detalha a gente busca. O Ederson é um deles, assim como outros goleiros o foram. A velocidade de reação e o bom momento que o Ederson vive foram determinantes. Sem deixar de passar a mensagem para Muralha, Diego (Alves), Cássio, Marcelo Grohe, Danilo: eles estão no radar. Estamos acompanhando momento técnico e físico", falou Tite, ao ser perguntado pela escolha de Ederson. 

Em relação as ausências, as mais notadas foram as do goleiro Muralha (Flamengo), Gabriel Jesus (Manchester City), que está contundido, e Lucas Lima (Santos), que também se recupera de lesão.