Diego destaca experiência do elenco do Flamengo e lamenta possível baixa de Arão na 'final' com o Inter

LANCE!
·3 minuto de leitura


Um dos líderes do elenco do Flamengo, o meia Diego Ribas concedeu entrevista coletiva na manhã desta sexta-feira, no Ninho do Urubu. Às vésperas do duelo decisivo contra o Internacional pelo Brasileirão, o jogador destacou que a experiência do elenco acostumado a jogar finais - e conquistar títulos - pode fazer a diferença.

+ Flamengo se aproxima do 20º reforço na gestão Landim; relembre a lista!

- É um ponto muito positivo que nós temos. A experiência, obviamente, é algo que se conquista desde que você aprenda com os erros e com tudo que você vive. Então, ela pode nos ajudar, desde que nós continuemos a fazer a mesma coisa, que é ter humildade e trabalhar muito para alcançar nossos objetivos.

O camisa 10 também falou sobre a possível ausência de Willian Arão. O volante (e agora zagueiro) sofreu uma fratura no pé depois de um acidente doméstico e tem 'chance mínima' de estar em campo contra o Inter, no domingo. Para Diego, o companheiro é um dos pilares da equipe, mas se não tiver condições de jogo, será substituído à altura.

- O Arão é um dos pilares desse time, por tudo que representa como jogador e pessoa. Se jogar domingo, continuará sendo importante, como todos nós sabemos. Se não jogar, temos que usar isso até como motivação. Com certeza temos elenco para substitui-lo à altura e continuar sendo competitivos - disse o capitão.

+ Confira a tabela do Brasileirão e simule os resultados

Flamengo e Inter se enfrentam no domingo, às 16h (de Brasília), no Maracanã. Líder do Brasileirão, o Inter conquista o título em caso de vitória. Empate ou vitória do Flamengo deixam a decisão para a última rodada, na qual o Rubro-Negro encara o São Paulo, no Morumbi.

Confira outros trechos da coletiva de Diego Ribas:

BALANÇO DA TEMPORADA 2020
Nós conquistamos três títulos até agora, estamos disputando mais um, muito importante. Se não me engano, a última vez que o Flamengo foi bi brasileiro foi na década de 80. O balanço dela eu só poderei fazer quando terminar. Vale ressaltar a resiliência dessa equipe, de comissão técnica, com essa temporada atípica. Ninguém foi mais prejudicado que o Flamengo nessa pandemia. Todos foram prejudicados, mas nossa equipe está acostumada a jogar para 60 mil pessoas. Foi mais uma situação que tivemos que superar para chegar aqui. Seguiremos focados e, quando terminar a temporada, poderemos falar com mais propriedade.

REENCONTRO COM ABEL BRAGA
Eu tenho muito respeito e carinho pelo Abel. Vai ser um prazer reencontrá-lo nesta situação. Nós esperamos, obviamente, que ele está estudando e analisando nossa equipe para que possa ser um jogo equilibrado. Da nossa parte, a mesma coisa. Vamos nos preparar da melhor forma possível. Jogamos em casa e estamos confiantes para um grande jogo.

DISCURSOS DO PREPARADOR FÍSICO
O Danilo (preparador) é um grande amigo, teve adaptação muito boa, uma identificação rápida e imediata com os jogadores. As palavras e a energia que ele transmite são muito positivas. Temos certeza que algo relevante vai acontecer neste jogo de domingo. Ter pessoas competitivas e positivas é um prazer para nós.