Diego Dabove será o quarto técnico argentino em toda a história do Bahia

·1 minuto de leitura


Na noite da última quinta-feira (18), o Bahia utilizou seus canais oficiais para anunciar a chegada de seu novo técnico, o argentino Diego Dabove, em acordo que terá validade até o final de 2022.

>Aplicativo de resultados do LANCE! está disponível na versão iOS

Aos 48 anos de idade, esta será a primeira experiência de Dabove trabalhando fora do futebol argentino, ambiente no qual ele se destacou fazendo trabalhos importantes em clubes como Godoy Cruz e Argentinos Juniors.

Junto com ele, chegam também três profissionais argentinos para compor o "núcleo duro" da comissão técnica: os auxiliares Guillermo Formica e Walter Ribonetto e o preparador físico Agustín Buscaglia.

Esta será apenas a quarta vez na história do Esquadrão que o clube será comandado por um profissional da Argentina. Sendo que, após Dante Bianchi em duas passagens (1947 a 1950 e entre 1955 e 1956) e Carlos Volante (1960 a 1961), a última oportunidade que isso havia ocorrido foi em 1979 com Armando Renganeschi.

Apesar do contexto complicado que chega o comandante que teve como última equipe o San Lorenzo, Diego Dabove terá, ao menos, uma semana para se ambientar melhor ao clube e ao plantel. Isso porque, neste fim de semana onde o Bahia enfrenta o Grêmio em Porto Alegre, já está decidido que o técnico do Time de Transição, o português Bruno Lopes, será o responsável pela direção à beira do gramado.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos