Diego Costa queria jogar no Palmeiras, garante familiar

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Diego Costa tem hoje ofertas do Besiktas e de um time inglês (Denis Doyle/Getty Images)
Diego Costa tem hoje ofertas do Besiktas e de um time inglês (Denis Doyle/Getty Images)

"O Diego Costa queria mesmo era o Palmeiras". A frase impactante é de Jogner Costa, tio do centroavante que está livre no mercado desde a virada do ano, após rescindir seu contrato com o Atlético de Madrid.

Tanto Diego quanto Jogner são palmeirenses. O tio, inclusive, fanático pelo Verdão. A ideia do artilheiro é, neste momento da carreira, ficar um pouco mais próximo da família, jogando no Brasil. E o Verdão teria prioridade.

Mas as conversas entre Palmeiras e os representantes de Diego Costa, que ocorreram meses atrás, acabaram não evoluindo. O matador pediu um salário próximo a R$ 2 milhões por mês, considerado alto pelo presidente Maurício Galiotte.

Vale lembrar que o Verdão paga mais a Dudu - o atacante retorna ao Allianz a partir de julho com os vencimentos de R$ 2,1 milhões mensais.

Hoje, o Palmeiras tem Luiz Adriano e Deyverson para a função de centroavante. Borja, que poderia ser outra boa opção, está sendo vendido para o Junior Barranquilla.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos