Diego Alves estaria acertado com o Grêmio para ser primeiro reforço de 2023

Jogador conquistou oito títulos em passagem no clube carioca (Marcelo Cortes/Flamengo)


Posição onde o Grêmio contou com nomes mais jovens como Adriel, Brenno, Felipe Scheibig, Gabriel Grando e Hugo na temporada de 2022, a função de goleiro pode ganhar um reforço de experiência na Europa de acordo com informações publicadas pelo jornalista Wilson Pimentel e confirmadas pelo Futebol Latino.

>Ex-Globo, Tino Marcos recusa propostas para cobrir a Copa

Isso porque o Imortal estaria acertado verbalmente com Diego Alves, recém saído do Flamengo, para integrar o plantel dirigido por Renato Portaluppi. Nome esse, aliás, que foi dirigido pelo treinador no período recente que o profissional esteve no clube carioca entre julho e novembro de 2021.

As informações que foram veiculadas no portal 'Torcedores.com' dão conta de que as bases salariais foram estabelecidas na casa dos R$ 400 mil mensais na carteira de trabalho além de outros pontos de bonificação que podem elevar os rendimentos.

Outro ponto que já teria sido conversado entre as partes se trata da longevidade do acordo, algo onde o clube ofereceu um primeiro acordo até dezembro de 2023. Porém, por parte do staff de Diego Alves, a pedida envolve um contrato que seja válido até o fim de 2024.

Aos 37 anos de idade, Diego Alves acumula passagens por Botafogo-SP, Atlético-MG, Almería e Valencia, ambos da Espanha, antes de retornar ao futebol brasileiro, em 2017, onde iniciou sua trajetória recente no Flamengo.