Diante do Goiás, o Vasco tenta comprovar a reação e encerrar jejum

Felippe Rocha
·1 minuto de leitura


O Vasco foi destaque no início do Campeonato Brasileiro. Mas foi caindo de rendimento de forma consistente na temporada, até que Ramon Menezes deixou de ser o técnico da equipe. Ricardo Sá Pinto assumiu, o time voltou a vencer, mas pela Copa Sul-Americana. Parece haver evolução, mas ela precisa ser comprovada neste domingo, contra o Goiás, lanterna da competição.

Os times têm dois jogos cada atrasados por cumprir, cada um. O Esmeraldino não deixa a última posição da tabela mesmo se vencer o Cruz-Maltino. Este, por sua vez, tenta escapar da zona de rebaixamento. Parte dos problemas recentes persistem, como a ausência de Germán Cano, lesionado. Mas a rotina que já vai em sete jogos sem vencer no Brasileirão precisa mudar.

- Já começou a mudar com a vitória de ontem (quarta-feira, sobre o Caracas). É uma vitória que nos dá mais confiança para a sequência do trabalho. Já começa a mostrar que um início de bom trabalho já mostra resultados. Espero que o mês de novembro seja perfeito iniciando com uma vitória domingo contra o Goiás - afirmou Léo Matos, apresentado na última quinta.

O lateral-direito mal chegou e pode jogar, e sabe bem o tamanho do problema atual do time de São Januário. O jejum na temporada foi quebrado no meio da última semana, é verdade, mas a equipe precisa se recuperar no principal campeonato do país. A última vez que a equipe somou três pontos no torneio foi no dia 13 de setembro, contra o Botafogo.

E mesmo fora de casa, o adversário da vez é o Goiás. O lanterna.