Diakhaby rompe o silêncio após acusar rival de racismo

LANCE!
·1 minuto de leitura


Diakhaby, jogador do Valencia, publicou em suas redes sociais um vídeo em que reafirma ter sido chamado de "negro de m****" por Juan Cala, zagueiro do Cádiz. O atleta também contou bastidores sobre o que aconteceu após os companheiros do atleta francês abandonarem o gramado.

- Em Cádiz, houve uma jogada em que o jogador me insulta e suas palavras são "negro de m****". Isso é intolerável. Eu e meus companheiros decidimos ir aos vestiários. Um jogador deles perguntou a um nosso se voltaríamos ao campo se Cala se desculpasse. Dissemos que não, que não pode fazer algo, se desculpar e passar assim.

> Veja a tabela da La Liga

O atleta também pediu para que a La Liga atue trazendo provas de que a atitude racista de Cala aconteceu. Nesta manhã, o jogador do Cádiz se pronunciou, afirmou que um circo havia sido armado durante a partida e que não proferiu nenhuma das palavras que Diakhaby o acusa de ter dito.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.