Dia de reestreia no Corinthians? Relembre o último jogo de Romero pelo clube


Ángel Romero está apto para reestrear pelo Corinthians. Repatriado, o atacante teve sua inscrição no Paulistão formalizada e pode entrar em campo no duelo desta quarta-feira (18), contra o Água Santa — na Neo Química Arena, às 19h30. O último jogo do paraguaio com a camisa alvinegra foi em 2 de dezembro de 2018, há mais de quatro anos.

Romero desfalcou o Timão na derrota para o Red Bull Bragantino, na primeira rodada do estadual. Isso porque o prazo de inscrição para o Campeonato Paulista se encerrou no mesmo dia em que foi aberta a janela de transferências nacional (10 de janeiro). Como se tratava de uma contratação internacional e de um jogador estrangeiro, não houve possibilidade da documentação chegar ao Brasil em 24 horas.


> Saiba 55 nomes famosos em clubes de menor expressão nos estaduais

> Confira as movimentações do Corinthians no Mercado da Bola

A 'LAST DANCE' DO PARAGUAIO

A última vez que Romero entrou em campo pelo clube foi na última rodada do Brasileirão 2018, quando o Timão — treinado pelo técnico Jair Ventura — enfrentou o Grêmio, em Porto Alegre.

O Imortal, na ocasião, venceu o Corinthians por 1 a 0, com gol marcado por Jael. Romero foi escalado como 'centroavante', formando um quarteto ofensivo com os meias Mateus Vital (Cruzeiro), Jadson (aposentado) e Pedrinho (Atlético-MG).

No aspecto ofensivo, a partida do atacante paraguaio foi apagada. Ele teve duas finalizações (uma certa) e se notabilizou mais pela contribuição defensiva, com um chute bloqueado, duas interceptações e três desarmes. Os dados são da plataforma Sofascore.

Romero
Romero

Romero não foi bem na despedida (Foto: Marco Galvão/Fotoarena/Lancepress!)

SAIU BRIGADO

Após participar da campanha do Brasileirão de 2018, no qual o Corinthians terminou na 13ª posição — com 44 pontos — Ángel Romero teve uma saída conturbada no ano seguinte. Ele se desentendeu com o presidente Andrés Sanchez sobre a renovação de contrato, ficou treinando à parte durante pelo menos seis meses e deixou o Alvinegro em julho daquele ano.