Dia Internacional contra a LGBTfobia: clubes se unem a favor da luta por direitos

Goal.com

O Dia Internacional contra a LGBTfobia movimentou as redes sociais dos clubes brasileiros neste domingo. Com diversas mensagens prezando a inclusão e condenando o preconceito, as equipes brasileiras procuraram mandar carinho aos membros das comunidades LGBT.

O primeiro a se manifestar foi o Corinthians, que postou uma mensagem ressaltando a necessidade de se dizimar preconceitos logo nos primeiros minutos da madrugada. O clube, porém, recebeu algumas críticas por não citar diretamente o Dia Internacional contra a LGBTfobia.

"No dia em que relembramos a segunda conquista do Mundo, é mais importante lembrar, primeiro, que não há espaço para qualquer tipo de preconceito em lugar nenhum do planeta", escreveu o Timão, antes, porém menos incisivo do que os seus rivais.

"O São Paulo condena a homofobia em todas as suas formas de manifestação. O amor jamais deve ser motivo para ódio", tuitou o Tricolor. Pouco antes, tinha sido a vez do Palmeiras. "Futebol é um esporte inclusivo. Diga não à homofobia", escreveu o Verdão.

O mais incisivo nesse sentido, porém, foi o Bahia, que produziu um vídeo com torcedores do clube LGBTs contando sobre como é encarar o isolamento social por toda uma vida devido ao preconceito.

"Imagine se seu isolamento social durasse anos. Ou até uma vida inteira. Dia Internacional de Combate à #LGBTfobia - 30 anos", escreveu o clube para legendar o vídeo de pouco menos de um minuto.

Até o momento da publicação da matéria, já haviam se manifestado clubes como o Santos, o Flamengo, o Bahia, o Vitória, o Atlético-MG, o Cruzeiro, o Internacional, o Grêmio, a Chapecoense e o Sport (veja todas abaixo).

Não postaram qualquer menção ao dia até o mesmo momento o Botafogo, o Vasco e o Fluminense. 

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também