Dia de estreia: saiba como o Tricolor crê que 2020 será melhor que 2019

Fellipe Lucena
LANCE!
Hernanes é esperança do São Paulo para o ano - Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net
Hernanes é esperança do São Paulo para o ano - Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net


O São Paulo faz sua estreia em 2020, às 21h30 desta quarta-feira, no Morumbi, contra o Água Santa, ainda sem ter contratado nenhum reforço para a temporada. Mas a expectativa no clube é de que, já a partir desta primeira rodada do Paulistão, o torcedor possa vez algumas mudanças importantes em relação ao frustrante ano que se passou. O LANCE! lista abaixo:

Morosidade x intensidade

Após a chegada de Fernando Diniz, em setembro de 2019, o São Paulo se notabilizou por ser uma equipe que domina a posse de bola, mas não consegue concluir bem as jogadas e muitas vezes não sabe como pressionar o adversário. Nos treinos e conversas com o grupo na pré-temporada, o técnico tentou transformar morosidade em intensidade.

- Ele pediu bastante intensidade, movimentações na fase de construção, para o time não confundir ter posse com ser moroso. Ser realmente agressivo e buscar o gol a todo momento - disse o zagueiro Bruno Alves.

Hernanes de volta à boa forma

Para ser um time agressivo e intenso, o São Paulo vai depender muito do rendimento de Hernanes. Na ausência de Igor Gomes, que está no Pré-Olimpico da Colômbia, o Profeta dividirá a criação com Daniel Alves - Tchê Tchê será o meio-campista mais recuado, responsável pelo combate à frente da área e pela saída de bola.

Hernanes teve desempenho muito aquém do esperado no ano passado, muito em função dos problemas físicos. Ele foi deixado de lado por Diniz no último mês de Brasileirão por estar com uma dor no adutor direito que o fazia evitar os chutes com a perna direita. Após treinar nas férias, o ídolo se apresentou sem dor e teve desempenho melhor nos treinos, renovando a esperança que o Tricolor deposita nele.

Pato bem. E como centroavante

Outro jogador que terminou 2019 esquecido no banco de reservas foi Alexandre Pato. Quem assistiu aos treinos da pré-temporada (quase todos fechados para os jornalistas) atesta que ele tem rendido muito bem, apesar de Fernando Diniz ter escolhido Helinho para a vaga de Antony, outro que está no Pré-Olímpico.

Há um outro detalhe importante nisso: Pato tem treinado a maior parte do tempo como centroavante, posição que não é a sua preferida. Ele foi o homem de referência da equipe mesmo quando Diniz o colocou para jogar ao lado de Pablo. Neste teste, era Pablo quem saía mais da área para armar junto com Hernanes, Daniel e Vitor Bueno. Há quem diga, inclusive, que Pato está treinando melhor que Pablo como 9 e que ameaça o titular.

Qual é o time?

O São Paulo vai começar o ano com Tiago Volpi, Juanfran, Arboleda, Bruno Alves e Reinaldo; Tchê Tchê, Hernanes e Daniel Alves; Vitor Bueno, Helinho e Pablo.

Além de Pato, que tem sido testado tanto ao lado de Pablo quanto no lugar dele, Liziero e Everton foram bastante utilizados durante os treinos e podem aparecer nessas primeiras partidas da temporada.

























Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também