Dia da Bandeira: saiba por que a camisa da Seleção é amarela

A camisa da Seleção Brasileira para a Copa do Mundo deste ano (Foto: Divulgação)

O "Dia da Bandeira" é comemorado no dia 19 de novembro. A data é uma celebração do estandarte escolhido após a Proclamação da República, celebrada quatro dias antes. Na Copa do Mundo do Qatar, a Seleção Brasileira vestirá mais uma vez a camisa verde-amarela, originada pelas cores da bandeira, mas o uniforme da equipe de futebol do Brasil não foi sempre assim.

Em 1914, oito associações se uniram para criar a Federação Brasileira de Sports (FBS). Nesse ano, a Seleção Brasileira disputava sua primeira partida de futebol na história vestindo um uniforme branco com detalhes azuis.

Leia também:

Essas duas cores continuaram predominando nas camisas e nos shorts da Seleção até a Copa de 1950. Após a derrota para o Uruguai na final, o "Maracanazo", passou-se a acreditar que o branco estava trazendo azar e o uniforme brasileiro precisava ser modificado.

Por isso, em 1952, o jornal "Correio da Manhã", em parceria com a Confederação Brasileira de Desportos (CDB), criou um concurso para escolher o novo uniforme. O vencedor foi Aldyr Garcia Schlle, um gaúcho de 19 anos, que sugeriu a escolha de um uniforme amarelo com detalhes verdes, seguindo a lógica da bandeira.

E POR QUE ESSAS SÃO AS CORES DA BANDEIRA?

Na época do Império, o verde representava a cor da casa de Bragança (família de Dom Pedro I) e o amarelo a cor da casa de Lorena (pertencente à arquiduquesa dona Leopoldina, esposa de dom Pedro I).

Após a Proclamação da República, a bandeira herdou as cores do estandarte imperial, mas mudou os seus significados. O verde passou a representar a nossa vasta natureza e o amarelo a riqueza mineral das nossas terras.