Di María e De Paul "estão bem" para jogo com Holanda, diz técnico da Argentina

Técnico da Argentina, Lionel Scaloni, durante treino da equipe na Copa do Mundo no Catar

AL RAYYAN, Catar (Reuters) - Angel Di María e Rodrigo De Paul "estão bem" de suas lesões e serão avaliados em treinamento para decidir a escalação para a partida das quartas de final da Copa do Mundo contra a Holanda, disse o técnico da seleção argentina, Lionel Scaloni, nesta quinta-feira.

"Eles estão bem... Hoje vamos tomar a decisão com base em como queremos abordar a partida, isso é o mais importante", disse Scaloni em entrevista coletiva no campo de treinamento da Argentina em Doha.

"Temos claro que o jogador que entra em campo tem que estar nas melhores condições que acreditamos que pode estar para dar o melhor de si", acrescentou.

Ambos os jogadores fazem parte da equipe titular da Argentina e são duas das principais estrelas do time que conquistou a Copa América em 2021, levando a Argentina a um título após 28 anos de jejum.

Di María ficou ausente da partida das oitavas de final contra a Austrália, enquanto De Paul se sentiu mal durante um treinamento há alguns dias, de acordo com reportagens da mídia argentina.

A Associação de Futebol Argentino (AFA) não divulgou um relatório médico oficial sobre a saúde dos jogadores, provocando especulações na mídia que incomodaram o treinador.

"O treinamento de ontem (quarta-feira) foi à porta fechada, eu não sei como eles sabem que algo está errado com Rodrigo (De Paul), é muito estranho", disse Scaloni.

A Argentina enfrentará a Holanda no Estádio Lusail, na sexta-feira, em busca de um lugar na semifinal contra o vencedor do confronto entre Brasil e Croácia.

(Reportagem de Ramiro Scandolo)