Dez mil voluntários desistem da Olimpíada de Tóquio, diz imprensa do Japão

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Cerca de 10 mil (12,5%) dos 80 mil voluntários que se inscreveram para os Jogos Olímpicos de Tóquio desistiram de participar deles, disse a emissora pública NHK nesta quarta-feira (2), citando o comitê organizador.

Faltam 51 dias para o início do megaevento, que tem a cerimônia de abertura marcada para 23 de julho, apesar de todas as críticas e dúvidas em torno de sua realização.

De acordo com o jornal Nikkei, Toshiro Muto, CEO do comitê organizador, reconheceu que as preocupações com o coronavírus podem ter sido levadas em conta para a desistência dos voluntários, bem como conflitos de programação devido ao adiamento.

De acordo com ele, menos voluntários não afetarão as operações, dada a ausência de espectadores estrangeiros (ainda não há uma definição sobre o público de residentes) e uma redução da escala de eventos.

Tóquio e outras cidades do país se encontram em estado de emergência desde abril. O período deve se estender até 20 de junho. Desde a metade de maio, os casos de coronavírus estão em queda no Japão. A média móvel dos últimos sete dias é de 3.320 novos casos de Covid-19 e 93 mortes.

Segundo a agência de notícias Kyodo, líderes do G7 planejam reiterar seu apoio ao evento em uma próxima cúpula.