Com dez, Botafogo vira sobre o Sport e sai em vantagem na Copa do Brasil

Com dois gols do atacante Guilherme, já na segunda etapa, o Botafogo derrotou o Sport por 2 a 1, de virada, em partida disputada na noite desta quarta-feira, no estádio Nilton Santos, pela partida de ida das oitavas de final da Copa do Brasil.

O resultado fez justiça ao Botafogo, que atuou com dez jogadores desde o final do primeiro tempo. O Sport saiu na frente com um gol de Samuel Xavier, mas não soube aproveitar a vantagem numérica e ainda desperdiçou um pênalti, defendido por Gatito Fernandez.

Agora, para se classificar no confronto de volta com a equipe pernambucana, no dia 31 de maio, o Alvinegro precisa de um empate na Ilha do Retiro. Derrotas por um gol, a partir de 3 a 2, também servem para os cariocas.

O jogo – Os dois times começaram a partida com esquemas ofensivos. Mesmo atuando fora de casa, o Sport tentava chegar ao gol do Alvinegro pelos lados do campo, com Lenis e Rogério abertos nas extremas.

O Botafogo cadenciava mais o jogo e criou a primeira oportunidade logo aos 5. Emerson Silva cruzou, Magrão tirou de soco e Camilo tentou, de primeira, mas mandou para fora.

Aos 8, o Leão da Ilha marcou o primeiro gol. O lateral Samuel Xavier se deslocou para o meio, tabelou com Lenis e acertou um belo chute no ângulo direito de Gatito Fernández, que não teve qualquer chance de defesa.

O Botafogo foi ao ataque e, aos 14, Camilo bateu falta na entrada da área e Magrão faz grande defesa, espalmando para escanteio. Logo depois, o goleiro do time pernambucano voltou a aparecer bem, em chute cruzado de Guilherme.

O time dirigido por Jair Ventura ficava mais tempo com a bola, mas encontrava muita dificuldade para superar o esquema defensivo do Sport. Aos 33, a torcida protestou quando Camilo caiu na meia-lua, após disputa com Ronaldo, mas o árbitro considerou que não houve irregularidade na jogada.

O time comandado por Ney Franco parecia mais preocupado em segurar o resultado, mas acabou criando uma boa chance quando Bruno Silva cometeu falta ao lado da área. Fabrício bateu e Gatito Fernandez espalmou para a lateral.

Logo depois, Bruno Silva voltou a cometer falta na entrada da área, recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso de campo, deixando a equipe carioca com um jogador a menos, ainda na primeira etapa.

Já na segunda etapa, aos 8, o Sport criou uma boa jogada com Lenis, que recebeu de André e cruzou para Rogério, desarmado na hora de concluir ao gol.

O Botafogo chegou ao gol do empate, aos 10. Airton desarmou Rithely e lançou Guilherme. Ele se livrou do zagueiro Matheus Ferraz e bateu cruzado, sem chances para Magrão.

O gol entusiasmou a torcida alvinegra que passou a empurrar o time para buscar a vitória, mas o Sport seguia com mais tempo de posse de bola. Aos 16, Lenis fez bom passe para André na área, mas o atacante foi bloqueado por Emerson Silva na hora da conclusão.

Aos 22 minutos, Gatito Fernandez fez grande defesa, desviando para escanteio um chute forte de Rithely. Aos 24, o Sport perdeu grande chance de marcar o segundo gol. Emerson Silva derrubou André na grande área. O árbitro marcou pênalti, batido por Diego Souza. Gatito fez grande defesa.

Aos 36 minutos, após cruzamento na área, o zagueiro Matheus Ferraz acertou a trave esquerda em chute de virada. Um minuto depois, o Botafogo desempatou. Guilherme foi lançado na corrida, se livrou de Matheus Ferraz e bateu cruzado para marcar  o segundo gol.

Nos minutos finais, o Sport ainda tentou buscar o empate, mas o Botafogo se defendeu com muito empenho e conseguiu o excelente resultado, considerando o fato de ter atuado com dez por mais de 45 minutos.

FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO 2 X 1 SPORT

Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)

Data: 26 de abril de 2017 (Quarta-feira)

Horário: 21h45(de Brasília)

Público: 10.455 pagantes

Árbitro: Braulio da Silva Machado (SC)

Assistentes: Kleber Lúcio Gil (Fifa-SC) e Neuza Ines Back (Fifa-SC)

Cartões Amarelos: Bruno Silva, Emerson Silva, Rodrigo Pimpão, Sassá (Botafogo); Fabricio, Ronaldo, Mena (Sport)

Cartão Vermelho: Bruno Silva (Botafogo)

Gols: BOTAFOGO: Guilherme, aos dez e 37 minutos do segundo tempo

SPORT: Samuel Xavier, aos oito minutos do primeiro tempo

BOTAFOGO: Gatito Fernández, Emerson Santos, Joel Carli(Marcelo), Emerson Silva e Víctor Luís; Aírton (Matheus Fernandes), Bruno Silva, João Paulo e Camilo (Rodrigo Pimpão); Guilherme e Sassá (Roger)

Técnico: Jair Ventura

SPORT: Magrão, Samuel Xavier, Matheus Ferraz, Durval e Mena; Fabrício (André), Ronaldo(Rodrigo), Rithely e Diego Souza; Lenis (Everton Felipe) e Rogério

Técnico: Ney Franco