Deyverson e Dudu responderão ao STJD por expulsões contra Fluminense

·1 min de leitura


Os atacantes Deyverson e Dudu foram denunciados ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) pelos cartões vermelhos recebidos na derrota do Palmeiras para o Fluminense, em partida válida pela 32ª rodada do Brasileirão, no dia 14 de novembro.

Eles serão julgados na sexta-feira (3) e podem pegar ganchos pesados. O centroavante tem a pena máxima estipulada em dez jogos de suspensão, enquanto o camisa 43 pode ficar de fora de até 12 partidas.

Deyverson foi denunciado nos artigos 250 e 257 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), que, respectivamente, significam prática de ato desleal ou hostil e participação em rixa, confusão ou tumulto. O árbitro Caio Max Augusto Vieira entendeu que o jogador foi o responsável por iniciar a briga após o apito final da partida.

Dudu, por sua vez, foi expulso nos minutos finais após revidar uma entrada do lateral-direito Samuel Xavier. Ele foi denunciado no artigo 254-A, que constitui agressão física. Na súmula, o árbitro relatou:

– Após receber uma falta, com o jogo paralisado, atinge com o pé seu adversário, configurando uma conduta antidesportiva. Após a expulsão, o mesmo sai imediatamente para seu vestiário e o jogador atingido não necessitou de atendimento médico.

Caso condenados, os jogadores poderão cumprir a pena em qualquer competição organizada pela CBF. Ambos já estão de férias e só se reapresentam ao Palmeiras no dia 5 de janeiro. O clube ainda pode recorrer e apresentar defesa.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos