Detido suspeito do ataque ao ônibus do Borussia Dortmund

Homem com ligação islâmica foi detido nesta quarta-feira (12) pelas autoridades alemãs

Um homem que teria ligações a movimentos islamitas foi detido nesta quarta-feira (12) pelas autoridades alemãs durante a investigação ao ataque contra o ônibus do Borussia Dortmund.

As autoridades informaram que o ataque está sendo investigado como um "atentado terrorista" com "motivações islâmicas", acrescentando que tem dois suspeitos e já deteve um deles.

 "Como os habitantes de Dortmund e milhões de pessoas, a chanceler [Angela Merkel] está horrorizada com este ataque contra o ônibus do BVB", disse o porta-voz, Steffen Seibert, segundo a France Presse. Ele prometeu que os investigadores "farão todo o possível para encontrar e levar ante a justiça os culpados". 

A porta-voz do Ministério Público federal alemão, Frauke Köhler, indicou que um homem foi "detido temporariamente", mas que os procuradores ainda não decidiram se vão pedir a sua transferência para uma prisão.

VEJA TAMBÉM:
Bartra tranquiliza os torcedores | Barça trabalha para esquecer derrota | Papa ganha camisa com número do Gabriel Jesus

A equipa do Borussia Dortmund estava a caminho do estádio, quando o ônibus em que seguia foi atingido por três explosões, das quais resultaram dois feridos, o jogador espanhol Marc Bartra, que já foi operado no pulso direito, e um policial.