Destaques e decepções da vitória do Palmeiras sobre o Defensa y Justicia pela Recopa Sul-Americana

Fabio Utz
·2 minuto de leitura

O Palmeiras deu um passo gigantesco para conquistar a Recopa Sul-Americana. Ao derrotar o Defensa y Justicia por 2 a 1, trouxe da Argentina a vantagem de poder jogar por um empate no jogo de volta, semana que vem, para comemorar mais um título. Veja, agora, os grandes destaques do Verdão na partida desta quarta-feira e, também, quem decepcionou em campo.

DESTAQUES

1. Willian

Jogador contribuiu com assistências na Argentina | Marcelo Endelli/Getty Images
Jogador contribuiu com assistências na Argentina | Marcelo Endelli/Getty Images

Deu a assistência para Rony abrir o placar e, por pouco, não viu também Raplhael Veiga balançar a rede com um passe seu. Boa atuação do atacante.

2. Rony

Atacante inicia a temporada 2021 em alta | MARCELO ENDELLI/Getty Images
Atacante inicia a temporada 2021 em alta | MARCELO ENDELLI/Getty Images

Com a camisa 7 às costas, mostrou seu poder de decisão. Se terminou a temporada de 2020 em alta, começa a de 2021 no mesmo estilo. Autor de um belo gol na Argentina.

3. Gustavo Scarpa

Meia foi decisivo ao marcar o gol da vitória | Marcelo Endelli/Getty Images
Meia foi decisivo ao marcar o gol da vitória | Marcelo Endelli/Getty Images

Há jogadores que aparecem na hora certa. Scarpa foi um deles. Se mostrou decisivo ao fazer um belo gol de falta e garantir a vitória ao Verdão.

4. Weverton

Goleiro salvou antes de o Palmeiras abrir o placar | Pool/Getty Images
Goleiro salvou antes de o Palmeiras abrir o placar | Pool/Getty Images

Todo bom time começa por um grande goleiro. Se não fosse Weverton salvar um chute de Braian Romero, o Palmeiras poderia ter saído atrás no marcador. Por consequência, a história da partida seria outra. É peça fundamental para a equipe.

DECEPÇÕES

5. Felipe Melo

Volante teve problemas para marcar ataque rival | Marcelo Endelli/Getty Images
Volante teve problemas para marcar ataque rival | Marcelo Endelli/Getty Images

Deixou espaços no meio-campo e não conseguiu acompanhar os atacantes rivais. Teve problemas de marcação.

6. Raphael Veiga

Meia não conseguiu ser o verdadeiro articulador do time | MIGUEL SCHINCARIOL/Getty Images
Meia não conseguiu ser o verdadeiro articulador do time | MIGUEL SCHINCARIOL/Getty Images

Quando ele joga bem, o time todo cresce. Quando joga mal, o Palmeiras depende muito mais de suas individualidades. E foi isso que aconteceu. O meia esteve muito apagado.