Destaque precoce da Espanha, Gavi tem mais um desafio na ainda curta carreira

Gavi comemora gol marcado na vitória da Espanha por 7 a 0 sobre a Costa Rica (Foto: EFE/EPA/Abir Sultan)


Esta é apenas a segunda temporada de Gavi como profissional, mas o prodígio do Barcelona sempre foi precoce: o terceiro jogo da carreira foi na Champions League; no quarto, ele deu assistência; na seleção da Espanha, logo no primeiro jogo em Copa do Mundo ele marcou um belo gol. O próximo passo é um clássico.

A Alemanha, adversária da La Roja neste domingo, pode ser eliminada caso perca. Ao mesmo tempo, Gavi e companhia poderão até garantir a classificação. Tudo vai depender, também, do resultado de Japão e Costa Rica mais cedo.

De todo modo, foi um meio-campo blaugrana que começou o jogo de quarta-feira. E que deverá seguir base do time de Luis Enrique, facilitando o entrosamento de Gavi.

- O mais surpreendente é que alguém 18 anos recém-completados tenha a insolência que ele tem e compita assim. Ele tem múltiplas qualidades e não devemos ficar loucos com sua juventude, mas é um jogador que pode marcar época - afirmou o técnico Luis Enrique, no último sábado.

-> Confira a tabela da Copa do Mundo

Gavi é uma das promessas espanholas que vão se confirmando. O caçula da seleção. E um dos mais queridos.