Destaque do Palmeiras Sub-17, Luiz Freitas analisa a temporada 2020 e projeta 2021

LANCE!/NOSSO PALESTRA
·4 minuto de leitura


Mais jovem jogador a estar presente na lista dos 50 atletas inscritos pelo Palmeiras na Copa Libertadores 2020, o meio-campista Luiz Guilherme Freitas é tido como uma das principais joias das categorias de base do Verdão. No clube desde a categoria sub-11, o atleta representa uma nova cara para a base da equipe, com atletas que cresceram integralmente no clube.

Natural de Jundiaí, cidade 50km distante de São Paulo, o jovem deu seus primeiros passos no mundo da bola em sua cidade natal, no São João FC. Atuando no futebol de campo da Ponte Preta desde os dez anos, foi descoberto por olheiros do Palmeiras em uma competição interna e posteriormente chamado para atuar na equipe.

Na Academia de Futebol desde o sub-11, o meio-campista acumula diversos títulos vestindo o uniforme do Verdão. Logo em sua estreia, na temporada 2015, foi o destaque da equipe que faturou o Campeonato Paulista Sub-11. Participou também da campanha vitoriosa nos estaduais Sub-13 e Sub-15, em 2016 e 2019 respectivamente.

Além do sucesso nacional, a promessa alviverde coleciona passagens pela Seleção Brasileira desde o sub-15 e experiência internacional com o Verdão. Com a camisa verde e branca, ele foi campeão da Evergrande Cup U-15 e We Love Football U-15, torneios realizados na China e Itália respectivamente ao longo da temporada 2019.

Já com a camisa da seleção brasileira, foi campeão do Sul-Americano Sub-15 de 2019. Na competição se destacou como um dos principais nomes da Amarelinha, com três gols marcados e atuações sólidas.

Com a vitoriosa trajetória construída vestindo a camisa do clube e também pela seleção brasileira, o jovem ressaltou a importância do clube em sua vida, em entrevista exclusiva com o NOSSO PALESTRA.

>> Confira a classificação atualizada do Brasileirão e faça sua simulação

– O Palmeiras é minha casa. Estou sendo moldado desde meus 11 anos de idade. Só tenho a agradecer ao clube por tudo que fez e faz por minha formação como atleta. Já realizei um sonho de ser profissionalizado com apenas 16 anos e espero em breve estrear na equipe principal. Também agradeço aos meus empresários e a minha família pelo apoio em toda a trajetória.

Dentro de campo, Luiz é um jogador muito dinâmico, que segue o modelo de formação que o clube busca especializar para meio-campistas. Tendo como características conseguir jogar em qualquer função do setor, se destaca nos fundamentos de bom passe, boa marcação e organização de jogo, algo semelhante as qualidades apresentadas por Patrick de Paula, Gabriel Menino e Danilo no profissional.

Treinado para ser completo no setor do meio-campo, Luiz destacou os trabalhos com excelentes profissionais para exercer sua função com propriedade dentro das quatro linhas.

– No Palmeiras, estamos cercados de excelentes profissionais, que sempre trabalharam de acordo com as características do jogador pensando no que eles podem render. Então, só tenho que absorver da melhor forma possível e deixar as coisas acontecerem naturalmente.

Com sequencia ao longo da temporada 2020, o meio-campista terminou o ano com 11 partidas disputadas, totalizando 545 minutos dentro de campo. Titular em boa parte do andamento das competições, o jovem analisou um temporada de muito aprendizado, ganhando espaço na Copa do Brasil e Brasileiro Sub-17 apesar de estar integrando o elenco pela primeira temporada, e consequentemente, disputando vaga com jogadores mais velhos.

– Uma temporada muito atípica, com menos jogos do que o esperado, mas com um volume bom dentro do possível. Um ano ao meu ver de muito aprendizado. Disputar uma Copa do Brasil e um Brasileiro no meu primeiro ano de sub-17 me dá uma bagagem boa.

Com relação a estar presente na lista de 50 atletas do Palmeiras para a Copa Libertadores, o jogador admitiu surpresa e que projeta coisas grandes para o futuro, sempre se dedicando ao máximo.

– Fui pego de surpresa e fiquei muito feliz, já projetando coisas incríveis daqui para frente. É seguir trabalhando e me dedicando muito.

>> Quem será campeão do Brasileirão? Veja os jogos que faltam e palpites da redação do LANCE!

Já visando a temporada 2021, com início previsto para março, o jovem finalizou a conversa ressaltando as expectativas individuais e coletivas para o ano. Projetando ser convocado para o Sul-Americano Sub-17, a meta do meio-campista é conquistar bons números e ajudar a equipe com o empenho necessário para ser campeão.

– Individualmente quero me superar, fazer números que impressionam, representar o Palmeiras no Sul-Americano Sub-17 atuando com a camisa da seleção brasileira e terminar o ano com muitos títulos. […] Coletivamente sempre vou querer ajudar minha equipe a conquistar os objetivos traçados, com muito trabalho e empenho.