Destaque do Corinthians na primeira fase da Libertadores feminina, Crivelari parabeniza grupo

Fábio Lázaro
·1 minuto de leitura


Classificada para as quartas de final da Libertadores com 100% de aproveitamento, o time feminino do Corinthians chega com moral para conquistar o bicampeonato sul-americano.

Destaque nos três primeiros jogos, na fase de grupos, marcando cinco dos 27 gols do Timão, Giovanna Crivelari parabenizou as companheiras, mas alertou que a competição tende a ficar mais difícil nos próximos jogos.

- Muito feliz pela vitória de hoje. Acho que é muito trabalho, a gente vem trabalhando muito forte. É uma competição muito difícil e o primeiro desafio era a classificação em primeiro. Está de parabéns o grupo inteiro. Agora é continuar trabalhando do mesmo jeito, sabendo que os times são muito qualificados, muito fortes. É continuar o nosso trabalho e ficar ligado - disse a meio-campista do Timão em entrevista à Conmebol após o jogo.

O Timão estreou na competição aplicando a maior goleada da história do torneio, 16 a 0 no El Nacional, do Equador, depois venceu o Universitário, do Peru, por 8 a 0, e, por último, no jogo mais equilibrado da chave, que teve justamente as duas equipes classificadas do grupo A, as corintianas derrotaram o América de Cali, da Colômbia, por 3 a 0, placar que foi construído todo no segundo tempo, e aberto por Crivelari, aos cinco minutos.

A Libertadores feminina está sendo disputada em formato bolha, na Argentina, e agora, nas quartas de final, as meninas do Corinthians mudarão de estádio pela primeira vez. Se os primeiros três jogos foram disputados no estádio Nuevo Franciso Urbano, na província de Morón, localizada da grande Buenos Aires, o duelo contra o Santiago Morning, do Chile, neste domingo (14), ainda sem data definida, será no estádio José Amalfitani, que pertence ao Vélez Sarsfield, e é instalado no bairro de Liniers, também na capital argentina.