Destaque do Carioca, campeão do mundo e melhor da América no fut-7: conheça Chay, chegando no Botafogo

·3 minuto de leitura


A história de Chay renderia, no mínimo, um bom filme. O atacante, que tem praticamente tudo certo para defender o Botafogo até o fim do ano, já teve vários capítulos relacionados a uma bola de futebol na carreira. De atuar no outro lado do mundo a ser um dos destaques do futebol de 7, o jogador será mais um reforço do Alvinegro.

Aos 30 anos, ele terá a primeira oportunidade de defender um clube grande no futebol de campo. Isto porque já o fez no futebol 7 - modalidade com um campo reduzido. Chay defendeu as cores do Alvinegro no fut-7 em 2017.

+ Quem é Daniel Borges, possível reforço do Botafogo
+ Quem é Luís Oyama, possível reforço do Botafogo

Antes, é preciso explicar o começo da carreira de Chay. O atacante foi revelado pelo Bonsucesso, também do Rio de Janeiro, e ainda jovem foi atuar em Tailândia e Malásia. Entre 2009 e 2012, passou por quatro clubes tailandeses e um malásio.

Quando voltou ao Brasil, não teve propostas para atuar em clubes e viu no futebol de 7 uma oportunidade de continuar atuando. Chay, rapidamente, virou um dos destaques do Brasil na modalidade, passando por Vasco, Botafogo, Flamengo, America e Coritiba.

MELHOR DAS AMÉRICAS
O bom futebol de Chay, claro, foi visto: o atacante foi campeão da Copa América, em 2018, junto com a Seleção Brasileira, e campeão da Copa do Mundo meses depois. Nesse ano, o atleta foi eleito o melhor jogador das Américas e perdeu na disputa de melhor jogador do mundo.

- Quando o futebol 7 me foi apresentado eu jogava futebol de campo. Recém-chegado da Malásia, fui convidado por um grande personagem do futebol 7, o Dino (Eduardo Semblano) e aceitei. Joguei a Liga Nacional pelo Fluminense. Desde então me apaixonei pelo esporte. O ano de 2018 foi incrível. Ganhei muitos títulos pelo Flamengo, tive a oportunidade de jogar pela Seleção Brasileira e fui campeão da Copa América 2018, que acabou me coroando com esse título individual. Isso me deixou muito feliz e lisonjeado. Foi mágico saber que entre tantos jogadores eu consegui esse feito - afirmou Chay, em entrevista ao portal "Futebol7 Brasil".

VOLTA AO CAMPO
​Desde 2019, Chay se dedica exclusivamente ao futebol de campo. O primeiro clube nesta transição foi o São Gonçalo, mas ele logo foi contratado pela Portuguesa, onde atuou nos últimos dois Campeonatos Cariocas.

O atacante já havia sido um dos jogadores de destaque da Lusa no último Estadual, mas a oportunidade de partir para um cenário maior do futebol brasileiro apareceu apenas em 2021, com a proposta do Botafogo. Vale lembrar que Chay também tinha proposta de outras equipes da Série B do Brasileirão.

No último Estadual, Chay atuou preferencialmente pelo lado esquerdo do ataque, tendo como característica a busca pelas entradas e dribles em diagonal, na direção da área adversária. Ele marcou cinco gols e foi o destaque da Portuguesa, semifinalista da competição.

Na competição, em 13 jogos disputados, o atacante teve 30% de acerto nos cruzamentos tentados, 21 finalizações corretas (61% de aproveitamento), 0.8 drible por jogo, três assistências e 25 passes que geraram finalizações para outros companheiros, além de 44 faltas recebidas. Os dados do "Footstats".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos