Desrespeito a Messi e empurrão na cara de adversário: o que está de errado com Sergio Ramos?

Sergio Ramos tem um problema. O capitão do Real Madrid é um dos melhores defensores do mundo, um verdadeiro líder e ajudou o seu clube a conquistar troféus importantes com gols decisivos nos últimos anos. Entretanto, o espanhol não consegue controlar o seu temperamento.

O jogador de 31 anos foi expulso na vitória por 3 a 0, fora de casa, contra o Deportivo La Coruña, no último domingo (20). Ramos recebeu dois cartões amarelos: escapou do vermelho logo cedo, ao ser amarelado depois de empurrar o rosto de Fabian Schar, e no final do embate recebeu o vermelho após dar uma cotovelada em Borja Valle, enquanto disputava uma bola pelo alto.

Foi o 18º cartão vermelho recebido por Sergio Ramos no Campeonato Espanhol, igualando uma marca que ninguém gostaria: ao lado de Pablo Alfaro e Xavi Aguado é quem mais foi expulso na história do certame espanhol. Com a camisa do Real Madrid, nenhum jogador em toda a história viu tantas vezes o cartão vermelho: 23 em 12 anos no Santiago Bernabéu.

“Quando você conquista tantos títulos, os rivais ficam cheios de antipatia com você”, disse logo após o jogo; “Eu não concordo com o cartão, mas respeito a opinião do juiz. Às vezes, os árbitros deveriam se inspirar no futebol inglês e nos deixar jogar mais. Eu gosto do método deles, porque na Europa [continental] os juízes são mais lenientes”.

Sergio Ramos Deportivo Real Madrid LaLiga 20082017
No Real Madrid, nenhum jogador foi expulso tantas vezes (Foto: Getty Images)

No entanto, os números citados neste texto mostram que Sergio Ramos não tem desculpa. E ao não encontrar razões para explicar o seu comportamento, apela para a teoria da conspiração. E ainda que tenha sido provocado, a intimidação faz parte do jogo. Um profissional já deveria saber disso.

Vale lembrar que também não é primeira vez que Ramos aparece nas manchetes pelas razões erradas. Na última quarta-feira (16), o espanhol enfureceu Lionel Messi ao fingir que ia lhe dar a bola [acabou jogando o esférico para cima quando o barcelonista foi buscá-la]. Uma ação desnecessária, independentemente do que possa ter sido dito fora dos gramados.

Lionel Messi Sergio Ramos Barcelona Real Madrid Liga BBVA
Há tempos Messi 'sofre' com o zagueiro espanhol (Foto: Getty Images)

Em clássico contra o Atlético de Madrid, as câmeras já flagraram o zagueiro instruindo Cristiano Ronaldo a simular ter sido acertado por uma cotovelada de Gabi, capitão colchonero, para expulsar o adversário. Tal comportamento é absolutamente inaceitável. É um erro jogar as responsabilidades aos árbitros. Na verdade, Sergio Ramos deveria até mesmo levantar as mãos para o céu e agradecer por não ter sido expulso outras vezes.

Quando joga pela seleção espanhola, Ramos nunca foi expulso em 143 partidas. Deveria ser este o seu exemplo quando veste a camisa do Real Madrid, até porque caso siga com essa postura pouco ética pode atrapalhar o seu time na busca por títulos – como quase aconteceu na última temporada, quando o Barça venceu os merengues e dificultou a reta final de uma conquista espanhola que parecia estar garantida.