Desde a demissão de Luxa, Palmeiras não ficava quatro jogos seguidos do Brasileirão sem vencer

·1 minuto de leitura


A derrota para o Cuiabá, neste domingo (22), por 2 a 0, no Allianz Parque, marcou a consolidação de uma séria negativa que não ocorria desde 2020, quando Vanderlei Luxemburgo foi demitido do cargo de treinador do Palmeiras. Essa foi a quarta partida seguida no campeonato nacional sem vitória.

Com Luxemburgo, à época, foram três jogos de resultados negativos e mais um sob o comando de Andrey Lopes, o Cebola. Curiosamente, Fortaleza e São Paulo foram dois dos adversários, como agora, e os outros dois foram times que viriam a ser rebaixados, os casos de Botafogo e Coritiba.

A série de jogos sem vencer começou com um empate diante do rival São Paulo, no Morumbi, por 0 a 0. Depois, o Verdão foi derrotado pelo Fortaleza, por 3 a 2, em casa, de virada. O time de Abel Ferreira também foi ao Mineirão e saiu derrotado pelo Atlético Mineiro, por 2 a 0. Por fim, neste domingo, mais um revés, agora contra o Cuiabá, novamente por 2 a 0, novamente em seus domínios.

Com um ponto conquistado nos últimos 12 disputados, o Palmeiras saiu da liderança isolada da competição e agora ocupa a segunda posição, podendo ver o líder, Atlético, abrir oito de vantagem na ponta do Brasileirão. O Verdão volta a campo no próximo sábado (28), diante do Athletico, no Allianz Parque.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos