Desde 2019 no Palmeiras, Luiz Adriano tem 25% de aproveitamento em cobranças de pênaltis

·1 minuto de leitura


Titular durante os 90 minutos na derrota por 1 a 0 para o CRB, na noite desta quarta-feira, pela partida de volta da terceira fase da Copa do Brasil, Luiz Adriano desperdiçou a cobrança que poderia ter dado ao Palmeiras a classificação às oitavas da competição na disputa por pênaltis. A penalidade foi a oitava do atacante desde que chegou ao Verdão, em julho de 2019, sendo que apenas duas foram convertidas.

Palmeiras é eliminado da Copa do Brasil e web não perdoa; veja os memes

Os números do camisa dez alviverde apontam um aproveitamento de apenas 25% com a bola na marca da cal. As duas únicas cobranças convertidas foram no Campeonato Brasileiro da temporada passada, contra Santos e Corinthians.

>> Veja a tabela completa do Brasileirão

As penalidades desperdiçadas aconteceram contra Água Santa (Paulistão 2020), Vasco (Brasileirão 2020), Al-Ahly (Mundial de Clubes), Defensa y Justicia (Recopa) e CRB (Copa do Brasil 2021). As cobranças diante da equipe de Diadema e dos Cruzmaltinos, ambas durante o tempo regulamentar, foram convertidas após rebote do goleiro adversário.

Derrotado pela terceira vez em disputa por pênaltis na temporada (Recopa, Supercopa e Copa do Brasil), o Palmeiras acumula retrospecto ruim nas penalidades. No retrospecto geral, o Palestra saiu vitorioso em apenas duas das últimas dez disputas que teve pela frente: semifinal do Paulistão de 2018 e e final do Paulistão 2020.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos