Deschamps tem permanência garantida na França até a Copa do Mundo, mas Zidane já faz sombra

·1 minuto de leitura


Eliminado da Eurocopa com a seleção francesa nas oitavas de final, o técnico Didier Deschamps não deixará o comando das Les Bleus. De acordo com o próprio presidente da Federação Francesa de Futebol (FFF), Noël Le Graet, o comandante seguirá no cargo até a Copa do Mundo de 2022, no Qatar.

+ Veja a tabela, os jogos e o chaveamento da Eurocopa


- Se Didier Deschamps será o técnico da França na próxima Copa do Mundo no Qatar? A resposta é sim. Eu o recebi ontem. A pergunta foi respondida em apenas três minutos. Sua vontade de continuar era muito forte, assim como a minha - disse Le Graet ao jornal "Le Figaro".

O dirigente francês, entretanto, não falou a respeito da sequência após o Mundial. E, neste cenário, entra a figura de Zinédine Zidane, que deixou o Real Madrid recentemente. A imprensa francesa tem noticiado que o ex-camisa 10 é o nome cotado para substituir Didier Deschamps.

+ GALERIA: Confira os detalhes dos oito estádios que receberão os jogos da Copa do Mundo de 2022

Nesta sexta-feira, o jornal "L'Équipe" informa que Zizou já recebeu alguns convites desde que deixou o clube merengue, mas sua vontade é de esperar pela vaga na seleção. Sonho antigo de Zidane, o periódico afirmou que o treinador está ciente que sua hora está chegando na bicampeã mundial.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos