Desanimado com desafiantes, Jones mira superluta e vê duelo contra Ngannou como "inevitável"

Jon Jones ainda não tem data de quando vai voltar a lutar pelo Ultimate – Diego Ribas

Sem atuar desde julho deste ano, quando derrotou o brasileiro Thiago ‘Marreta’, Jon Jones parece não ter pressa para voltar a pisar no octógono do UFC. Atualmente o campeão dos meio-pesados (93 kg) tem respondido questões dos fãs através da sua conta oficial do ‘Twitter’ e revelou que não tem tanto interesse em enfrentar Dominick Reyes e sonha com planos mais ambiciosos no Ultimate.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Na última sexta-feira (18), Reyes nocauteou Chris Weidman, no UFC Boston, e desafiou ‘Bones’ pelo título da categoria. Entretanto, apesar do desafiante ainda estar invicto na carreira, após 12 compromissos, este fato não animou o detentor do cinturão, que mira um duelo mais empolgante para sua carreira.

“Realmente não tenho certeza de quando lutarei novamente. Sinto que não tenho nada a ganhar ao vencer Dominick. Na verdade, eu me senti assim em relação aos meus dois últimos oponentes (Anthony Smith e Thiago ‘Marreta’). Eu quero uma superluta”, escreveu o lutador.

Really not sure when I’ll be fighting next, feel like I have nothing to gain by beating Dominic. I’ve actually felt that way about my last two opponents. I want a super fight https://t.co/Z3QTEpu2yr

— Jon Bones Jones (@JonnyBones) October 23, 2019


Por essa falta de motivação nos adversários do peso-meio-pesado, Jon Jones já começa a cogitar subir mesmo de divisão e se aventurar nos pesados, fato que antes era descartado por ele. Em suas recentes entrevistas, ‘Bones’ havia afirmado que gostaria de manter seu legado na categoria até 93 kg em suas próximas apresentações.

“Às vezes penso em ficar de fora e apenas treinar pelos próximos dois anos, depois voltar e desafiar o peso pesado que tem sido o mais dominante. Isso não seria selvagem?”, questionou.

Sometimes I think about sitting out and just training for the next two years, then coming back and challenge in the light heavyweight who’s been the most dominant.. wouldn’t that be wild https://t.co/dINaJPatQD

— Jon Bones Jones (@JonnyBones) October 23, 2019


Com o assunto peso-pesado em pauta, um fã questionou se Jon Jones poderia enfrentar Francis Ngannou, que atualmente é o número dois do ranking oficial da categoria e vem de três vitórias seguidas por nocaute. Esta pergunta parece ter deixado ‘Bones’ animado e o lutador indicou que esse duelo deve acontecer no futuro.

“Sinto que essa luta é inevitável”, limitou-se a dizer o campeão dos meio-pesados.

I feel like that fight is inevitable https://t.co/3r5Wvl6t93

— Jon Bones Jones (@JonnyBones) October 23, 2019


Com 32 anos, Jon Jones tem um impressionante cartel de 25 vitórias e apenas uma derrota, que só aconteceu por desqualificação, por desferir um golpe ilegal em Matt Hamill. Após este confronto, o americano engatou uma sequência de 17 combates sem perder, com 16 triunfos e um ‘No Contest’ (luta sem resultado).

Leia também