Dermatologista lista dicas para manter a pele durante a prática de esportes

Hidratação antes, durante e depois as atividades deve ser levado a sério (Foto: Pexels)


Atividades físicas requerem bastante hidratação. Isso porque, além da necessidade básica do corpo humano, no atleta, ela favorece a homeostase, que é uma condição de estabilidade na qual o organismo deve permanecer para desenvolver suas funções de forma adequada. E não é só isso: a hidratação também é importante para preservar a saúde do maior órgão do corpo, a pele.

"A pele desidratada manifesta-se pela perda de brilho e de conforto e pela sensação, mais ou menos intensa e persistente, de pele repuxada. A pele fica com prurido, principalmente após lavar, e pode também descamar", explica a dermatologista Dra. Juliana Cassorielo.

"A barreira cutânea pode estar comprometida pela desidratação, a pele pode começar a ficar irritada. Então, entram sintomas como vermelhidão, sensibilidade, inflamação e a coceira", completa a especialista, que é membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e Cirurgia.

Para evitar prejuízos à pele e aos outros órgãos, deve-se beber bastante água ou isotônicos durante o exercício físico, como indica a especialista.

"Definir estratégias de hidratação antes, durante e após o exercício físico é uma forma de se manter os líquidos corporais em níveis saudáveis, prolongando uma performance desportiva eficaz", sugere a dermatologista, que pede atenção aos seguintes momentos:

Antes do exercício

"Ingerir aproximadamente 500 a 600ml de água, terminando a ingestão cerca de 20 a 30 minutos antes do início do treino ou competição."

Durante o exercício

"Ingerir água desde o início da atividade física e em intervalos regulares, para repor toda a água perdida através do suor. Esta reposição é muito importante para prevenir qualquer nível de desidratação. Tal vai-se refletir nas respostas cardiovasculares, termorreguladoras e, como tal, também no desempenho desportivo."

Após o exercício

"Após o final do treino ou da competição, deve-se repor a perda de líquidos, de eletrólitos e de hidratos de carbono bebendo uma água de elevada mineralização, apoiando e otimizando a recuperação do esforço físico."

Plano de hidratação também inclui alimentos

"Os melhores alimentos para uma pele perfeita e hidratada são principalmente alimentos ricos em vitaminas A, B, C e E, ômega-3, betacarotenos e minerais como selênio e zinco, como salmão, castanha-do-pará, melancia ou tomate, pois esses nutrientes têm ação antioxidante, anti-inflamatória e protetora da pele, e a melancia rica em líquido contribuindo para manter a pele hidratada", finaliza.