Deputado pede 'moção de aplausos' a jornalista que deu soco em Glenn Greenwald

Deputado Douglas Garcia, do PSL (Foto: Divulgação/Alesp)
Deputado Douglas Garcia, do PSL (Foto: Divulgação/Alesp)

O deputado estadual Douglas Garcia (PSL-SP) utilizou seu Twitter para pedir uma “moção de aplausos” na ALESP (Assembleia Legislativa de São Paulo) ao jornalista Augusto Nunes, da TV Record e da Jovem Pan, após ele ter agredido o jornalista Glenn Greenwald.

Em seu Twitter, Garcia afirmou que Nunes é um grande profissional, de inestimável contribuição ao jornalismo brasileiro, e por isso fará o pedido à ALESP. O deputado não citou a agressão a Greenwald, apesar de fazer o post pouco tempo depois do entrevero.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

A confusão começou logo após o início da participação da dupla no programa. Nunes tentava justificar a fala sobre os filhos de Glenn e Miranda — em data anterior, Nunes afirmou que o juizado de menores deveria “verificar” a situação das crianças.

Leia também

Greenwald abriu sua participação afirmando que Nunes era covarde por ter feito acusações envolvendo crianças. O jornalista da Record não reagiu bem à fala e começou a agredir física e verbalmente o jornalista estrangeiro.

"Essa é a prova de que o Brasil criou o faroeste à brasileira. Quem tem que se explicar é quem comente crimes, quem fica cobrando quem age honestamente. Ouça-me: o que eu disse, vocês vão perceber, é que ele não sabe identificar ironias, não sabe identificar um ataque bem-humorado. Convido ele a provar em que momento eu pedi que algum juizado fizesse isso. Disse apenas que o companheiro dele passa tempo em Brasília, passa o tempo todo lidando com material roubado. Quem vai cuidar dos filhos?", disse Nunes.

Glenn, então, reagiu: “Você é um covarde! Você é um covarde! Eu vou falar o porquê". 

Ele então foi interrompido por Nunes com a primeira tentativa de agressão, que não deu certo. Depois de algumas tentativas Nunes atingiu o rosto de Glenn.

Assista ao momento da agressão:

Leia também