Números recentes em Copas mostram que Equador é refém de Enner Valencia


O Equador vem fazendo boa campanha na Copa do Mundo. De olho em uma vaga nas oitavas de final, a seleção sul-americana conquistou um empate diante da Holanda e, agora, só depende de si para se classificar. No entanto, os dois jogos escancararam uma realidade: o ataque é "dependente" de Enner Valencia. O atacante marcou os últimos seis gols da equipe em Mundiais.

Em 2014, o Equador chegou à Copa do Mundo com animação e em um grupo acessível, no qual brigaria com a Suíça pela segunda vaga, já que a França era a grande favorita. No entanto, logo na estreia, a seleção sul-americana perdeu para o rival direto por 2 a 1. Valencia não passou em branco e abriu o placar, mas a equipe acabou sofrendo a virada nos acréscimos.

+ Grupo A da Copa do Mundo: veja o que Holanda, Equador e Senegal precisam para ir às oitavas

Visando a recuperação, o Equador enfrentou Honduras na rodada seguinte, mas não teve vida fácil. A equipe de Reinaldo Rueda saiu atrás, mas buscou o resultado com dois gols de Enner Valencia e reacendeu a esperança por uma vaga nas oitavas de final. No entanto, o duelo derradeiro foi contra a França que, já classificada, administrou o empate para terminar em primeiro lugar do grupo.

Erazo e Benzema - Equador x França 2014
Erazo e Benzema - Equador x França 2014

Erazo marca Benzema em jogo da Copa de 2014 ODD ANDERSEN / AFP

A situação de momento, contudo, é bastante diferente. Se oito anos antes Valencia era uma jovem promessa, atualmente ele é a grande referência no ataque do Equador. Um fator não mudou: o faro de gol. Em apenas dois jogos nesta edição da Copa do Mundo, o atacante do Fenerbahçe já atingiu a marca de 2014 e, agora, mira a quebra do recorde.

Na estreia contra o Qatar, Valencia abriu bem a competição e marcou os dois gols do Equador. Diante da Holanda, considerada favorita do Grupo A, o centroavante não decepcionou e balançou as redes no empate que manteve a esperança pela liderança do certame.

+ Inspirado em Cidade de Deus, Zépiqueno holandês revela torcida pelo Brasil na Copa do Mundo

O Equador não pode perder para Senegal se quiser sonhar com a vaga nas oitavas de final. Se vencer e contar com um tropeço da Holanda, a equipe de Gustavo Alfaro terminará a primeira fase na liderança. O últimos compromissos do Grupo A serão disputados nesta terça-feira, às 12h (de Brasília)