Delegação do Independiente é barrada no aeroporto em Salvador para encarar o Bahia; argentinos reclamam no Twitter

Rodrigo Salomao
·1 minuto de leitura

Caos, voltas e reviravoltas fizeram parte das últimas horas do Independiente. O clube argentino saiu de seu país na segunda-feira com destino a Salvador para o jogo com o Bahia pela Copa Sul-Americana. O problema é que, ao desembarcar no Brasil, a delegação se viu impedida de entrar. O motivo? Alguns testes de covid realizados no aeroporto tiveram resultado positivo.

O imbróglio começou por volta das 19h e se arrastou pela madrugada brasileira. Na saída da Argentina, todos os testes deram negativo, enquanto no Brasil, segundo o site GloboEsporte, oito atletas da delegação foram testados positivos. O clube rojo alega que são casos recuperados recentemente, mas a ANVISA não permitiu a entrada no país mesmo assim, seguindo os protocolos previstos. Todo o contexto gerou queixas do próprio Independiente em seu Twitter:

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

A pedido da Conmebol, o Bahia enviou representantes até o aeroporto para tentar sanar a situação. Por ora, apenas os que deram negativo foram autorizados a se dirigir ao hotel, enquanto os demais estão dormindo no aeroporto enquanto esperam os novos acontecimentos. Na imprensa argentina, já cravam como certa a suspensão do jogo desta terça-feira.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.