Delegação do Atlético-MG sofre ataques racistas e xenofóbicos na chegada ao estádio em Caracas

Delegação alvinegra foi alvo dos xingamentos na chegada ao Estádio Olímpico UCV, na capital venezuelana - (Foto: Pedro Souza/Atlético-MG)


A delegação do Atlético-MG foi alvo de ataques racistas e xenofóbicos na chegada ao Estádio Olímpico UCV, em Caracas, Venezuela, antes do confronto contra o Carobobo, pela ida da segunda fase da Libertadores. As ofensas partirão de torcedores venezuelanos. Nas redes sociais, o Galo publicou um vídeo e condenou os atos.

+ Novidade no ar! Acompanhe as últimas negociações do Galo no mercado da bola

O clube registrou queixa junto ao delegado da partida, Oscar Astudillo. Agora, o registro alvinegro deve ser encaminhado à Conmebol.