Deixou chegar? Palmeiras conta com retrospecto favorável em mata-matas para avançar no Paulistão

·2 minuto de leitura


Poucos dias após garantir a vaga em mais uma eliminatória de Libertadores, o Palmeiras enfrenta, nesta sexta-feira (14), o Red Bull Bragantino em busca de mais um título paulista. Para passar pela boa equipe de Bragança Paulista, o Verdão conta com o seu ótimo desempenho recente em mata-matas.

Ainda com Vanderlei Luxemburgo, o Verdão iniciou, ao bater o Santo André, por 2 a 0, pelas quartas do Paulistão, uma sequência que viria a se tornar a melhor da história do clube em confrontos eliminatórios. A partir deste momento, a equipe conquistou dez classificações seguidas, chegando, inclusive, na final da Libertadores e conquistando o título continental.

Desde então, porém, o Maior Campeão Nacional tropeçou no Mundial, quando não chegou na final do torneio e terminou na quarta colocação, na Supercopa do Brasil, ao perder, nos pênaltis, para o Flamengo, e a Recopa Sul-Americana, conquistada pelo Defensa y Justicia.

No entanto, o retrospecto geral, desde a partida contra o Santo André, ainda em 2020, é amplamente favorável. Em 24 jogos, o Alviverde venceu 14 vezes, empatou oito e perdeu apenas um confronto no tempo regulamentar. Além disso, o time paulista anotou 40 gols e sofreu 13.

Em busca de mais uma classificação em mata-matas, o Palmeiras entra em campo novamente, contra o Red Bull Bragantino, pelas quartas de final do Paulistão, na próxima sexta-feira (14), às 19h30 (horário de Brasília), no estádio Nabi Abi Chedid.

Confira o retrospecto recente do Palmeiras em mata-matas:

Paulistão

Santo André – 2 a 0 (jogo único);
Ponte Preta – 1 a 0 (jogo único);
Corinthians – 0 a 0/1 a 1 (final em dois jogos).

Copa do Brasil:

Red Bull Bragantino – 3 a 1/1 a 0 (oitavas de final);
Ceará – 3 a 0/2 a 2 (quartas de final);
América-MG – 1 a 1/2 a 0 (semifinal);
Grêmio – 1 a 0/2 a 0 (final).

Libertadores

Delfín – 3 a 1/5 a 0 (oitavas de final);
Libertad – 1 a 1/3 a 0 (quartas de final);
River Plate – 3 a 0/0 a 2 (semifinal);
Santos – 1 a 0 (final em jogo único).

Mundial

Tigre – 0 a 1 (semifinal);
Al Ahly – 0 a 0, derrota nos pênaltis (disputa de 3º e 4º lugar).

Supercopa do Brasil

Flamengo – 2 a 2, derrota nos pênaltis.

Recopa Sul-Americana

Defensa y Justicia – 2 a 1/1 a 2, derrota nos pênaltis.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos