Decisivo, Mosquito desponta como diferencial no ataque do Corinthians

·2 minuto de leitura


O Corinthians venceu o América-MG por 1 a 0, no último domingo, pela segunda rodada do Brasileirão-2021. A partida marcou o jogo de número 50 de Gustavo Mosquito com a camisa alvinegra, mas não só isso, foi também mais uma amostra de que o atacante desponta como o diferencial ofensivo do time.

TABELA
> Veja classificação e simulador do Brasileirão-2021 clicando aqui

> Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

GALERIA
> Relembre o desempenho do Corinthians no Brasileirão por pontos corridos

Foi ele que sofreu o pênalti no primeiro tempo que Fábio Santos converteu e deu a vitória ao Timão. A falta sofrida por Mosquito foi provocada por uma jogada individual, em que o atacante driblou o lateral-esquerdo adversária, entrou na área e foi derrubado. Uma cena que não é incomum e quem tem estado atento aos jogos corintianos, sabe o cenário até parece se repetir.

Diante do Atlético-GO, na primeira rodada do Brasileirão, quando o Corinthians parecia não ter alternativa para agredir o adversário, Mosquito partiu para a jogada individual dentro da área e sofreu o pênalti, No entanto, Mateus Vital desperdiçou a cobrança e não aproveitou o rebote do goleiro Fernando Miguel.

Se voltarmos mais um pouco, na semifinal do Paulistão, outra cena praticamente igual. Contra o Palmeiras, quando o Timão já estava sendo derrotado por 2 a 0, Mosquito, que saiu do banco de reservas, pegou a bola pelo lado direito, foi invadindo a área e acabou sendo derrubado por Danilo, sofrendo um pênalti, que Luan cobrou na tarde e não marcou o gol.

Nos três momentos, o Corinthians mostrava dificuldade para chegar ao gol e foi preciso esse lampejo individual, usando velocidade e habilidade, para criar uma oportunidade. Nenhum outro atacante do elenco oferece esses diferenciais neste momento. Por isso, cada vez mais Mosquito se consolida como o "cara" do ataque corintiano e parece já ter caído nas graças de Sylvinho.

No ano de 2021, ou seja, desde janeiro deste ano, somando também jogos da temporada anterior, Mosquito participou de dez gols do Corinthians, sete ele mesmo marcou, em dois ele deu assistência para companheiros e ainda sofreu pênalti que gerou bola rede, justamente esse contra o América-MG. Ele fica atrás apenas de Mateus Vital, que tem 12 participações em gol no período.

Para enfrentar o Atlético-GO, nesta quarta-feira, às 21h30, pela partida de volta da terceira fase da Copa do Brasil, Gustavo Mosquito deve ser mais uma vez a grande alternativa de ataque do Corinthians, que precisará vencer por dois gols de diferença para levar a decisão para os pênaltis, ou três gols ou mais para definir a classificação no tempo normal. Qualquer outro placar será eliminado.

Gustavo Mosquito no ano de 2021
​27 jogos
7 gols marcados
2 assistências
1 pênalti sofrido (que se transformou em gol)
10 participações em gols

Gustavo Mosquito na temporada 2021
17 jogos
4 gols marcados
1 pênalti sofrido (que se transformou em gol)
5 participações em gols

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos