Decisivo, Copete deixa Dorival em dúvida na lateral do Santos

Sem mistérios, Dorival Júnior escalou Matheus Ribeiro como titular na lateral esquerda do Santos no embate contra o Paysandu, na noite desta quarta-feira, na Vila Belmiro. O jovem de 24 anos até agradou o comandante enquanto esteve em campo. Porém, Jonathan Copete roubou a cena no final do duelo e foi decisivo na vitória santista por 2 a 0, abrindo vantagem nas oitavas de final da Copa do Brasil.

Mesmo sendo atacante de origem, o colombiano substituiu Matheus como lateral nos minutos finais e aumentou a ofensividade do alvinegro contra o Papão. Segundo o próprio Dorival, ele se destaca pela forte marcação, facilidade para fazer cruzamentos e entrega dentro de campo. Nas visão do comandante santista, essas três características são fundamentais para um lateral. E como Copete perdeu espaço no time titular após a chegada de Bruno Henrique, atuar na vaga de Zeca pode ser uma saída para manter-se no time.

“Matheus foi bem, inicialmente. Pelo período que não vinha atuando, acabou dando uma caidinha e o Copete entrou. Já executou a função, fortaleceu a equipe e conseguimos o segundo gol. Copete até outro dia era mais do que titular, sempre rendendo em alto nível. Tenho Copete como um desses que fazem parte do grupo e que tenho confiança. Hoje estamos com jogadores que nos passam essa confiança, mesmo os que não atuam. Sairemos fortalecidos de tudo que vem acontecendo”, explicou o técnico do Peixe.

Como Jean Mota cumpre suspensão automática na partida contra o Independiente Santa Fe, na próxima quinta-feira, às 21h45 (de Brasília), no Pacaembu, pela quarta rodada da fase de grupos da Libertadores, Dorival usará os próximos treinamentos para definir quem vencerá o duelo pela lateral esquerda.

Vale lembrar que o titular Zeca passou por cirurgia no joelho esquerdo e vai retornar em cerca de um mês aos trabalhos com bola.