Após decisão do caso Getterson, FPF não homologa rodada do Paranaense

Após a decisão do Tribunal Superior de Justiça Desportiva (STJD) que decidiu tirar do JMalucelli 16 pontos pela escalação irregular do atacante Getterson, a Federação Paranaense de Futebol não homologou ainda a rodada do final de semana do Campeonato Paranaense 2016, aguardando que o acórdão seja lavrado. Entretanto, a polêmica deve seguir ainda pelos próximos dias e atrapalhar as partidas de volta das quartas de final.

A começar pelo confronto entre Coritiba e Cascavel, que chegou a ser confirmado e homologado para o sábado, às 18h30, no estádio Couto Pereira. Derrotada na primeira partida por 5 a 0 em casa, a Cobra agora contesta que não deveria ter enfrentado o Alviverde caso os cruzamentos tivessem respeitado a classificação sem o Jotinha e não quer disputar a partida de volta, estudando medidas as erem tomadas.

Já o Londrina, que também foi derrotado em casa pelo JMalucelli, agora terá a chance de começar de novo o mata-mata e faria a primeira partida diante do Rio Branco, que entrou no grupo de classificados. O Leão da Estradinha não seria o adversário segundo os critérios, mas para não tumultuar mais a tabela, a FPF decidiu apenas substituir o time do Barigui pelo de Paranaguá, mas isso também pode mudar.

Enquanto isso, Paraná Clube e Atlético Paranaense esperam para saber se disputam o clássico no domingo, na Vila Capanema. No primeiro confronto vitória do Furacão por 1 a 0 na Arena da Baixada. Prudentópolis e Cianorte também se encontram no mesmo dia e ainda não se pronunciaram em relação à polêmica.

O JMalucelli, que chegou a recuperar os pontos no pleno do TJD-PR, promete recorrer e tumultuar ainda mais o bagunçado Estadual. Quem comemora é o Toledo, que escapou, por hora, do rebaixamento.