Decepção na Inglaterra, artilheiro da Champions 'renasce' no Ajax

·3 min de leitura
Haller comemora um de seus gols contra o Sporting de Portugal (Foto: Joao Rico/DeFodi Images via Getty Images)
Haller comemora um de seus gols contra o Sporting de Portugal (Foto: Joao Rico/DeFodi Images via Getty Images)

LONDRES (INGLATERRA) - Sébastien Haller é o nome do momento quando falamos em Liga dos Campeões. Artilheiro isolado da competição, o atacante marfinês, no entanto, precisou superar uma passagem frustrada pela Premier League para enfim ver seu futebol brilhar no Ajax.

Haller deu seus primeiros passos como profissional no Auxerre, da França, mas foi na Holanda, no FC Utrecht, que ele realmente ‘nasceu’ para o mundo da bola. Após 51 gols em três temporadas, se transferiu ao Eintracht Frankfurt, da Alemanha, onde balançou as redes mais 29 vezes em dois anos.

Leia também:

O bom desempenho na Bundesliga despertou a atenção do West Ham, que desembolsou nada menos que 45 milhões de libras (R$ 335 milhões na cotação atual) para contar com Haller na temporada de 2019/20.

No entanto, a contratação mais cara da história do clube saiu pela culatra. O atacante sofreu para se adaptar ao futebol inglês e deixou o clube com apenas 14 gols em 53 jogos em uma temporada e meia, falhando em substituir Michail Antonio, talismã da equipe que estava de fora, lesionado.

Em 2020/21, Haller foi vendido ao Ajax por menos da metade do preço, 20 milhões de libras, confirmando o fracasso na Premier League.

“É claro que me sinto frustrado, é como se tivesse ficado algo em aberto, sem conclusão. É um sentimento ruim. Quando as pessoas ficam falando sobre valores, é claro que elas sempre esperam que algo aconteça todos os dias, mas é algo que não podemos fazer nada para resolver, as pessoas sempre vão esperar mais de você por isso. Era frustrante passar em branco nos jogos, às vezes sequer entrar em campo, mas nem é sobre os números, mas sim dentro de campo, eu me senti estranho, não conseguia me entender com meus companheiros”, disse Haller em um programa de rádio inglês.

Volta por cima

Haller, no entanto, não se deixou abalar pelas críticas e logo voltou a brilhar na Holanda - de volta ao país onde viveu a primeira grande fase de sua carreira.

Ele não apenas é o artilheiro da Liga dos Campeões, com cinco gols em dois jogos, como também é o jogador com a melhor pontaria. Em dois jogos, o atacante finalizou 11 vezes, sendo oito delas na direção exata do gol, enquanto apenas três foram para fora.

Os gols marcados por Haller também demonstram a variedade técnica do atacante: foram dois com a perna esquerda, um com a direita, um de cabeça e, acreditem, teve até gol de coxa - esse no último duelo contra o Besiktas dentro de casa. Os outros aconteceram fora de casa, contra o Sporting de Portugal, justamente na estreia da competição.

“Se eu pude marcar quatro gols hoje, foi graças ao esforço da equipe. É um sonho, a estreia dos sonhos. Como eu disse, o primeiro jogo, marcando quatro gols, ainda mais fora de casa, é algo especial. Ainda não consigo acreditar”, disse ao fim do jogo.

E seus ótimos números não são apenas na Liga dos Campeões - Haller também mostra grande aproveitamento pelo Ajax no Campeonato Holandês. Em oito jogos pela Eredivisie, ele balançou as redes cinco vezes, além de distribuir duas assistências. Sua equipe, que ainda conta com os brasileiros Antony e David Neres, é a líder da competição com 19 pontos, um a mais que o PSV.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos