David Luiz e Leno são expulsos, e Wolverhampton vence o Arsenal de virada pela Premier League

LANCE!
·2 minuto de leitura


Na tarde desta terça-feira, 02, o Wolverhampton venceu o Arsenal de virada por 2 a 1, no Molineux Stadium, em partida válida pela 22ª rodada da Premier League. Pépé abriu o placar para os Gunners, mas Rúben Neves e João Moutinho viraram a partida para os Wolves. Com o resultado, o time da casa saltou para 13ª colocação, enquanto o Arsenal estaciona em 10º lugar. A rodada continua amanhã e se encerra na quinta-feira.

Confira a tabela da Premier League

ARSENAL BATE NA TRAVE
O Arsenal começou o primeiro tempo da partida avassalador. Saká e Pépé colocaram duas bolas na trave do goleiro Rui Patrício com menos de 25 minutos de jogo. Aos nove minutos, o Arsenal balançou as redes com o camisa Saká, mas o VAR anulou, uma vez que Lacazette, jogador que deu a assistência, estava em posição irregular.

GOL DE PLACA
A pressão do Arsenal funcionou. Aos 32 minutos do primeiro tempo, Pépé desarmou Semedo no campo de ataque e tabelou com Lacazette. O marfinense passou por Semedo, deu uma caneta em Rúben Neves dentro da área e mandou um foguete para o gol do Rui Patrício, que só pode olhar a bola estufar a rede dos Wolves.

ARSENAL ENTRA EM COLAPSO
Aos 47 minutos do primeiro tempo, Podence enfia boa bola para Willian José que, cara a cara com o goleiro, é derrubado por David Luiz dentro da área. O zagueiro brasileiro é expulso, e o pênalti é convertido por Rúben Neves.

WOLVES COMEÇA SEGUNDO TEMPO COM "VOADORA NO LUSTRE"
​Com apenas quatro minutos do segundo tempo, João Moutinho experimenta um chute do meio do campo e acerta o canto do goleiro Leno. Em poucos minutos, o Wolves transforma um 0x1 em 2x1.

FIM DA ESPERANÇA DOS GUNNERS
Mesmo com um a menos, o Arsenal tenta pressionar o Wolverhampton e permanecer na partida. No entanto, aos 27 minutos, o goleiro Leno sai mal do gol e põe a mão fora da área, o que impediu a investida de Adama Traoré. Assim, o goleiro dos Gunners é expulso e o time passa a jogar com apenas nove atletas. Com apenas oito jogadores de linha, o Arsenal não foi capaz de empatar a partida.