Danny Blind é demitido do cargo de técnico da Holanda

AFP
Técnico da Holanda, Danny Blind, em coletiva de imprensa em Sófia, 24 de março, 2017
Técnico da Holanda, Danny Blind, em coletiva de imprensa em Sófia, 24 de março, 2017

O técnico da Holanda, Danny Blind, foi demitido neste domingo, no dia seguinte à derrota diante da Bulgária (2-0), um resultado que complicou de vez as pretensões de classificação da equipe à Copa do Mundo-2018, anunciou a federação.

O técnico de 55 anos comandava a Holanda desde julho de 2015, quando assumiu o cargo no lugar de Guus Hiddink.

O ex-zagueiro do Ajax será interinamente substituído por seu assistente, Fred Grim, na partida nesta terça-feira contra a Itália, em Amsterdã.

"Nós (a Federação Holandesa) temos muito respeito por Danny e por seus serviços prestados. Mas, em função dos resultados negativos e da dificuldade de nos classificar (par a Copa do Mundo-2018), temos que nos separar", explicou a KNVB.

No mesmo comunicado, a KNVB explicou estar à procura de um novo técnico.

A derrota de sábado diante da Bulgária deixou a Holanda na 4ª colocação do Grupo A das eliminatórias europeias, a seis pontos da líder França e a três da segunda colocada Suécia.

"Nos classificarmos será agora muito complicado", reconheceu o meio Wesley Sneijder.

A Holanda, finalista da Copa do Mundo da África do Sul-2010 e semifinalista no Brasil-2014, já havia ficado de fora da Eurocopa-2016, na França.

Leia também