Danny Blind é demitido do cargo de técnico da Holanda

Técnico da Holanda, Danny Blind, em coletiva de imprensa em Sófia, 24 de março, 2017

O técnico da Holanda, Danny Blind, foi demitido neste domingo, no dia seguinte à derrota diante da Bulgária (2-0), um resultado que complicou de vez as pretensões de classificação da equipe à Copa do Mundo-2018, anunciou a federação.

O técnico de 55 anos comandava a Holanda desde julho de 2015, quando assumiu o cargo no lugar de Guus Hiddink.

O ex-zagueiro do Ajax será interinamente substituído por seu assistente, Fred Grim, na partida nesta terça-feira contra a Itália, em Amsterdã.

"Nós (a Federação Holandesa) temos muito respeito por Danny e por seus serviços prestados. Mas, em função dos resultados negativos e da dificuldade de nos classificar (par a Copa do Mundo-2018), temos que nos separar", explicou a KNVB.

No mesmo comunicado, a KNVB explicou estar à procura de um novo técnico.

A derrota de sábado diante da Bulgária deixou a Holanda na 4ª colocação do Grupo A das eliminatórias europeias, a seis pontos da líder França e a três da segunda colocada Suécia.

"Nos classificarmos será agora muito complicado", reconheceu o meio Wesley Sneijder.

A Holanda, finalista da Copa do Mundo da África do Sul-2010 e semifinalista no Brasil-2014, já havia ficado de fora da Eurocopa-2016, na França.