Danilo volta a treinar com o elenco quase oito meses após fratura

O meia Danilo voltou a treinar ao lado dos companheiros no Corinthians quase oito meses depois de sofrer uma fratura na perna direita, no dia 30 de agosto do ano passado. O jogador, que já corria no campo há pelo menos 45 dias, trotou lentamente antes de se juntar aos reservas no gramado do CT Joaquim Grava e participar de todas as atividades na primeira hora de trabalho ministrada pela comissão técnica.

Na roda de “bobinho”, Danilo pouco participou em meio às brincadeiras comandadas por Kazim e Fellipe Bastos. Ao lado do atacante Léo Artur, reintegrado ao elenco após passar quase três anos sendo emprestado a outros clubes, o armador se soltou mais quando foi escalado como jogador “híbrido” na movimentação em campo reduzido, quando os jogadores tinham de fazer gols em pequenas metas formadas por cones.

Com um colete laranja, que indicava sua participação apenas no time que estava com a bola, o jogador mais antigo do elenco conseguiu se movimentar tranquilamente e fez até alguns gols. Depois de ficar cerca de 20 minutos na atividade, Danilo depois se juntou a Carlinhos e Léo Artur em um rápido trabalho à parte de chutes a gol, comandado pelo preparador de goleiros Mauri Lima.

Sem atuar desde 31 de julho do ano passado, quando entrou no segundo tempo da vitória por 1 a 0 sobre o Internacional, no Beira-Rio, o armador sofreu a contusão no dia 30 de agosto, em dividida com o zagueiro Yago. O lance impressionou os companheiros na hora e causou consternação no CT, com o médico Joaquim Grava sendo chamado às pressas para internar o atleta e fazer a cirurgia na perna fraturada.

Agora liberado pelo departamento médico, Danilo espera o início do Campeonato Brasileiro para ser aproveitado, já que não pode mais ser inscrito no Campeonato Paulista. Caso o Timão avance na Copa do Brasil e na Sul-Americana, contra Inter e Universidad de Chile, respectivamente, ele poderá ser utilizado pelo técnico Fábio Carille, muito contente pelo retorno do atleta às movimentações.

“Muito bom, atleta de um astral muito para cima, desde o momento que se machucou a gente esperava. Ainda não tem previsão de voltar a jogar, está integrado com o grupo em campo, mas foi uma fratura muito séria. Vamos ter que ter paciência. O que posso dizer é que ele leva o treino para cima com sua qualidade e é muito gostoso ver a felicidade dele de voltar ao campo”, comentou o treinador.

Enquanto Danilo trabalhava no gramado, os titulares ficaram apenas na academia fazendo trabalhos de reforço muscular. O zagueiro Pablo, os laterais Fagner e Guilherme Arana, o volante Gabriel e os atacante Calyton e Romero realizaram alguns testes no laboratório R9, correndo ao redor dos campos na sequência. A única aparição deles em campo antes do Majestoso deste domingo, às 19h (de Brasília), no Morumbi, será no treino deste sábado, também no CT.