Danilo Pereira supera trauma de 2018 e chega revigorado para realizar sonho por Portugal na Copa


Danilo Pereira era nome certo na lista de Portugal para a Copa do Mundo na Rússia, mas uma lesão às vésperas do Mundial Interrompeu o sonho do atleta. Quatro anos depois, o jogador chega para o torneio no Qatar como uma das referências na seleção portuguesa.

+ Veja comparações de figurinhas de jogadores veteranos da Copa do Mundo

Nascido na Guiné Bissau, Danilo se mudou para Portugal ainda novo e trilhou um caminho incomum para um português no futebol, passando por clubes italianos, gregos e holandeses antes de atuar por um clube no país, o Marítimo.

No clube da Ilha da Madeira, o atleta ‘rompeu a bolha’ do futebol português, ganhou notoriedade e conseguiu sua primeira convocação mesmo não atuando nos três grandes clubes do país. O chamado veio em 2015, logo depois da Copa do Mundo no Brasil.

Danilo participou do ciclo que garantiu vaga no Mundial da Rússia e da conquista da Eurocopa, em 2016, mas uma lesão no tendão de Aquiles o tirou da Copa em 2018.

+ Veja tabela e simule a fase de grupos da Copa do Mundo no Qatar

- Esse tempo que fiquei de fora é sempre uma aprendizagem, ainda que tenha sido com muita dor. Esse é um sonho meu desde menino e agora tenho esta oportunidade neste ano e quero aproveitar - disse em entrevista à Fifa.

Desde 2020 no Paris Saint-Germain, Danilo Pereira passou por uma grande mudança na carreira. Deixou de atuar como primeiro volante e foi deslocado para a defesa. A alteração beneficiou seu estilo de jogo, e agora o português forma sólida dupla com Sérgio Ramos em Paris.

Danilo Pereira e Neymar - PSG
Danilo Pereira e Neymar - PSG

Danilo ao lado de Neymar no PSG (Foto: Reprodução / Instagram)

RESENHA COM NEYMAR E MARQUINHOS ANTES DA COPA

Caso a Seleção Brasileira termine em primeiro lugar no seu grupo e Portugal em segundo no grupo H, ou vice-versa, Portugal cruzará com o Brasil nas oitavas de final da Copa.

Danilo revelou que a possibilidade foi discutida com Neymar Marquinhos no PSG, e o português não escondeu sua preferência.

- Já falamos sobre isso para tentar evitar que fiquemos em primeiro e eles em segundo ou vice-versa [risos]. Portugal e Brasil nas oitavas de final acredito que ninguém quer. Prefiro pegar o Brasil na final do que nas oitavas - afirmou.

Como Pepe ainda não está 100% recuperado da lesão no joelho e António Silva fez sua estreia pela seleção no amistoso contra a Nigéria, Danilo Pereira deverá formar dupla de zaga com Rúben Dias nos primeiros jogos de Portugal na Copa. Apesar da versatilidade que Danilo oferece, o técnico Fernando Santos garantiu que na seleção ele atuará como zagueiro.