Danilo Avelar zagueiro: como Tiago Nunes tenta reinventar o lateral no Corinthians

O Corinthians começa 2020 cheio de novidades: novas contratações, dispensas de ídolos, um novo treinador... e Danilo Avelar como zagueiro. O lateral-esquerdo, que em 2019 conseguiu trocar as críticas pela admiração da torcida, vai migrar de vez para a zaga nesta nova temporada.

Em sua primeira entrevista coletiva como treinador do Corinthians, Tiago Nunes resumiu em poucas palavras a sua motivação: “Por mais que ele tenha característica para jogar de defensor, ele está há muitos anos como lateral. Mas ele topou o desafio”, afirmou.

Ideia longe de ser nova

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio
Danilo Avelar Torino Serie A
Danilo Avelar Torino Serie A
Avelar, com a camisa do Torino (Foto: Getty Images)

O anúncio pode ter vindo através de Tiago Nunes, mas Avelar volta e meia foi tentado a aceitar a função de defensor central ao longo de sua carreira.

As conversas para que passasse a atuar como zagueiro do Corinthians começaram antes mesmo da chegada do novo treinador, e foram intensificadas pela contratação por empréstimo do lateral-esquerdo Sidcley. Mas esta história chega a ser até mais antiga, especialmente pelo fato de que Avelar foi improvisado na função quando atuou por Cagliari e Torino, no futebol italiano.

Especialmente desde os tempos em que atuava no Torino, Danilo era aconselhado a mudar de posição. Segundo o UOL, o jogador vem mantendo conversas com amigos que lá deixou para ganhar ainda mais conhecimento sobre a função, além do contato constante com Gil no Corinthians.

Passe: onde Avelar mais precisa melhorar

Em 2019, Gil atuou mais vezes no lado esquerdo da zaga apesar de ser destro. Com o retorno de Manoel, também destro, para o Cruzeiro, a esperança é de que Avelar, canhoto, tenha mais facilidade para contribuir com uma saída de bola desde o campo de defesa – um dos fundamentos pedidos por Tiago Nunes.

A questão do passe, aliás, será o principal ponto de melhora para o ex-lateral: levando em conta números do Brasileirão 2019 da Opta Sports os 75.4% de aproveitamento são inferiores aos de todos os principais jogadores mais regulares na defesa corintiana na última temporada.

Gil e Manoel (88.9% e 87.8% de aproveitamento, respectivamente) foram melhores, ainda que a dificuldade de trocar passes no campo de defesa não seja, em média, igual a fazer isso no ataque. Fagner acertou 79.5% na lateral-direita. O passe pode ser o fundamento que Danilo Avelar mais precise melhorar durante a pré-temporada.

Atributos que fazem valer a aposta

Danilo Avelar Lucas Romero Cruzeiro Corinthians Brasileirão Série A 08062019
Danilo Avelar Lucas Romero Cruzeiro Corinthians Brasileirão Série A 08062019
Ninguém no Corinthians ganhou mais disputas pelo alto do que Avelar (Foto: Getty Images)

Isso porque nos outros fundamentos defensivos o jogador de 30 anos foi um dos grandes destaques do Corinthians no Brasileirão 2019. Os dados da Opta Sports mostram um sucesso de 63.6% nas tentativas de desarmes (mais do que Gil, por exemplo), além de lhe conferir o maior número de rebatidas (63) para um não-zagueiro.

Mas o grande trunfo de Avelar em campo é aproveitado tanto no ataque quanto na defesa: a jogada de bola aérea foi a principal arma do jogador em 2019. Considerando toda a temporada, cinco de seus sete gols foram de cabeça; no Brasileirão, nenhum corintiano levou mais vantagem nos duelos aéreos do que Danilo Avelar.

Bola aérea do Corinthians no BR-19

  • Danilo Avelar: 103 duelos ganhos.

  • Gustagol: 82 duelos ganhos.

  • Gil: 77 duelos ganhos.

  • Manoel: 56 duelos ganhos.

Experiência que lhe deu um bom senso de posicionamento, poder de marcação, encaixe no setor esquerdo de defesa e especialmente impulsão para bola aérea: a reinvenção há tanto tempo ventilada para Avelar tem nestes quatro fatores o seu principal argumento. A resposta, contudo, será dada apenas em campo.

Leia também