Daniel fala sobre protesto ao fim do jogo e mira vaga na Sul-Americana

Bastante marcado, Daniel não conseguiu ser efetivo na criação das jogadas (Foto: Mailson Santana/Fluminense)
Bastante marcado, Daniel não conseguiu ser efetivo na criação das jogadas (Foto: Mailson Santana/Fluminense)


Os torcedores do Fluminense protestaram e gritaram "Ôôô, queremos jogador" após empate zerado com o Fortaleza no Maracanã, pela penúltima rodada do Campeonato Brasileiro. Na saída de campo, o meia Daniel comentou sobre o jogo e o protesto logo depois do apito final.

– Enfrentamos adversário difícil, que veio fechado. Eles não conseguiram criar nada. Nós tivemos duas chances. Ficamos tristes com o protesto. Mas o empate pelo menos nos deixa na zona da Sul-americana. Time não vem bem desde 2012. Temos que garantir a classificação. O Fluminense merece disputar campeonato internacional ano que vem.

TABELA
> VEJA E SIMULE A CLASSIFICAÇÃO DO BRASILEIRO

Além disso, o Fluminense encerrou os seus jogos no Maracanã no Campeonato Brasileiro de 2019. Wellington Nem projetou um 2020 de alegria para os torcedores. Pela competição, em 19 jogos, a equipe teve seis vitórias, sete empates e seis derrotas. Nestas partidas, marcou 18 gols e sofreu 15.

– Nós viemos jogando bem, com bons jogos dentro de casa. Mas o adversário em um contra-ataque vai e marca. Acho que ano que vem, a gente espera que seja um ano bom para a torcida. Ano de alegria e não de sofrimento e sem choro – disse ao Premiere.

No último desafio da competição, o Fluminense encara o Corinthians, às 16h, em Itaquera. Com o placar desta quarta-feira, o Tricolor subiu para a 14ª posição, com 43 pontos, e entrou na zona de classificação para a Sul-Americana.










Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também