Daniel Cormier repete a fórmula no UFC 210 e aposenta Anthony Johnson

Mesmo vencendo, Cormier recebe suspensão médica superior a de Johnson

A luta principal do UFC 210 colocou frente a frente Daniel Cormier e Anthony Johnson em revanche do confronto realizado em maio de 2015. E mais uma vez o ex-capitão da seleção olímpica de wrestling dos EUA usou seu forte jogo de luta agarrada para clinchar, derrubar, bater (muito) e finalizar. Triunfo que garantiu seu domínio na divisão dos meio-pesados (93 kg).

Assim como no primeiro confronto, ‘DC’ conteve o ímpeto inicial do oponente e aproveitou a disposição de ‘Rumble’ em tentar derrubá-lo trocar força com o opoente na grade, o que garantiu um ritmo mais lento na etapa seguinte e, obviamente, tornou sua vida mais fácil.

Na primeira queda que conseguiu, Cormier pegou as costas do desafiante, puniu com seu tradicional ground and pound e finalizou com um justo mata-leão. Cenas praticamente iguais ao primeiro encontro entre eles e que garantiram o final da carreira de AJ.

“Eu amo vocês. Fiz bastante pelo MMA, mas cansei de levar socos. Me comprometi com outro emprego há algum tempo e é algo que eu quero fazer”, narrou Anthony Johnson.

Por sua vez, o campeão não economizou no discurso. Depois de provocar a torcida que o vaiava, Cormier apontou para Jimi Manuwa, rival inglês que estava no ginásio para desafiá-lo, e ironizou Jon Jones, ídolo local que acompanhava o evento próximo ao octógono.

“Jimi, você não quer lutar comigo. Você não tem como me vencer. Jon Jones? Quem? Esse cara pode lutar? Quando ele arrumar toda a papelada dele, me avisem”, provocou se referindo ao flagra no exame antidoping de Jones, único rival a vencê-lo no MMA.

Confira os resultados do UFC 210:

Daniel Cormier finalizou Anthony Johnson no 2º round;
Gegard Mousasi venceu Chris Weidman por nocaute técnico no 2º round;
Cynthia Calvillo finalizou Pearl Gonzalez no 3º round;
Thiago ‘Pitbull’ Alves venceu Patrick Côté por decisão unânime;
Charles ‘Do Bronxs’ Oliveira finalizou Will Brooks no 1º round;
Myles Jury nocauteou Mike De La Torre no 1º round;
Kamaru Usman venceu Sean Strickland por decisão unânime;
Shane Burgos nocauteou Charles Rosa no 3º round;
Patrick Cummins venceu Jan Błachowiczpor decisão majoritária;
Gregor Gillespie nocauteou Andrew Holbrook no 1º round;
Desmond Green venceu Josh Emmett por decisão dividida;
Katlyn Chookagian venceu Irene Aldana por decisão dividida;
Magomed Bibulatov venceu Jenel Lausa por decisão unânime;