Daniel confia em vitória e rebate críticas a Diniz: 'Fechados com ele'

Daniel deseja uma maior valorização, o que deve ocorrer por parte do Tricolor (Foto: Lucas Merçon/Fluminense)
Daniel deseja uma maior valorização, o que deve ocorrer por parte do Tricolor (Foto: Lucas Merçon/Fluminense)


O Fluminense encara o CSA, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro, com o foco total em melhorar a posição na tabela da competição. O Tricolor é 16º colocado, com doze pontos, um a mais que o Cruzeiro, que abre a zona de rebaixamento, com onze. Em entrevista coletiva, nesta quinta-feira, antes do treino do clube, o meia Daniel rebateu as críticas ao trabalho de Fernando Diniz, por parte da torcida, insatisfeita pela equipe não conseguir repetir o bom desempenho da Copa Sul-Americana no torneio nacional.

– É normal a torcida ter este sentimento porque o time não vem fazendo uma boa campanha tão boa no Campeonato Brasileiro. Qualquer treinador que estivesse aqui, a torcida teria este sentimento. Nós jogadores estamos fechados com ele, gostamos muito da forma dele jogar e do jeito dele de ser. A gente tem certeza de que ainda iremos deslanchar neste campeonato e que vamos fazer boas partidas como temos feito na Sul-Americana - disse.

O jogador de 23 anos, por outro lado, reconheceu que a equipe precisa de vitórias, mas garantiu que a pressão por resultados não interfere no comportamento dos atletas em campo.

– Dentro de campo o nosso time joga tranquilo porque é um esquema tático que dá prazer a qualquer jogador. Quando ganhamos, o esquema é maravilhoso e todo mundo elogia. Quando os resultados não vêm, chegam as críticas. Isso é normal. Sabemos que não adianta apenas jogar bem, mas que temos que ganhar. Temos que entrar dentro de campo tranquilos porque as vitorias virão, quando a gente entrar em campo com uma cabeça boa – completou.

Só a vitória interessa

Sobre a partida de domingo, às 16h, no Maracanã, Daniel pregou respeito ao CSA, mas ressaltou a importância dos três pontos para as pretensões do Flu.

– Aqui no Fluminense sempre vai ter pressão por resultados pela história do clube, um clube vitorioso. Todo jogador que estiver aqui vai ter que estar acostumado e preparado para isso. No domingo, não teremos um adversário fraco porque neste campeonato não há times fracos. Temos que ter muito respeito pelo CSA, entrar muito concentrados dentro de campo porque precisamos destes três pontos de qualquer jeito - comentou.

O meia pediu atenção redobrada na defesa, um dos setores mais criticados da equipe.

– Temos que ter atenção redobrada dentro de campo. Já jogamos com três volantes e tomamos gols e com o Yuri na zaga, não tomamos nenhum. Temos que entrar ligados, com atenção no nosso esquema tático, independente de quem estiver em campo.

Daniel fez um apelo para que a torcida vá ao estádio. Para ele, o Maracanã lotado é um fator motivante, que ajuda a obter bons resultados.

– O apoio da nossa torcida no estádio é muito bom. Ela não para de cantar e nos incentivar nem um segundo. O Maracanã cheio é uma motivação a mais para o time e nossas atuações com o estádio cheio têm sido boas – disse.

Renovação encaminhada
Titular em 35 partidas na temporada de 2019, Daniel é um dos nomes de confiança de Diniz e encaminhou a permanência no Fluminense pelos próximos dois anos. Ele revelou, nesta quinta-feira, que o vínculo com o clube até o final de 2019 está próximo de ser estendido. Feliz com o momento na carreira, Daniel não escondeu o desejo de permanecer nas Laranjeiras.

– As conversas estão boas. A renovação já está bem encaminhada. Tenho vontade de permanecer no Fluminense e espero que dê tudo certo. Estou muito feliz no meu primeiro ano tendo uma sequência como titular no Fluminense. É algo com o qual sempre sonhei. Sempre trabalhei para isso. Espero continuar firme e forte de titular e que as vitórias comecem a vir com mais frequência para tudo dar certo e conquistarmos coisas boas no final do ano – finalizou.
























Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também