Daniel Borges é apresentado pelo Botafogo: 'Estou preparado e focado para fazer o meu melhor'

·3 minuto de leitura


Mais um! Depois de Chay, o Botafogo, na tarde desta quinta-feira, apresentou o lateral-direito Daniel Borges, que chega do Mirassol por empréstimo até o fim do ano. Na coletiva, o jogador agradeceu a Eduardo Freeland, diretor de futebol do Alvinegro, pela oportunidade e destacou que chegar ao clube de General Severiano é uma "honra" e um "orgulho".

> Veja datas, onde assistir e estádios dos dez primeiros jogos do Botafogo

- Quero agradecer ao Eduardo Freeland pela oportunidade e pela recepção. Estar aqui para mim é uma honra, é um orgulho. Dentro da minha profissão, chegar a um clube como o Botafogo é algo excepcional, estou muito feliz de estar aqui, espero corresponder dentro de campo a toda expectativa que a torcida tem e a diretoria também.

Apesar de ser o 14º reforço para a temporada, o Botafogo conta com apenas outro lateral-direito de ofício: Jonathan, que veio do Coritiba. Daniel Borges revelou que já conhece o camisa 13 do Glorioso, disse que a a briga pela vaga no time titular será saudável e de alto nível.

- É sempre bom você ter jogadores de alto nível nas posições. Sobre o Jonathan, nós já nos conhecemos, já jogamos juntos, a gente sabe um da qualidade do outro. O que eu tenho é falar é que quem tem a ganhar com isso, é o professor Chamusca, é o Botafogo. Vai ser uma briga saudável, mas uma briga de alto nível.

O Botafogo estreia na Série B do Brasileirão já nesta sexta-feira, no Estádio Onésio Brasileiro Alvarenga, às 21h30, diante do Vila Nova. O objetivo principal do Alvinegro é conquistar o acesso e retornar à elite do futebol nacional.

- A Série B é uma competição equilibrada e muito difícil. Quem acompanhou a Série B no ano passado viu que as últimas duas vagas pelo acesso foram resolvidas nas rodadas finais, então, eu espero que a gente possa ter um equilíbrio muito grande dentro dessa competição - disse Daniel Borges, que ainda completou.

- É uma competição muito difícil, se a gente vacilar, se a gente perder pontos quando não pode perder, vai dificultar a nossa briga pelo acesso. A minha expectativa é de que a gente possa fazer um bom início de Série B, que a gente possa manter uma regularidade e de que a gente possa chegar lá no final e estar com o acesso.

Veja mais declarações de Daniel Borges


HISTÓRICO RECENTE DO BOTAFOGO NA LATERAL-DIREITA


- O que eu posso dizer é que o jogador que vem para o Botafogo, tem que saber que aqui é uma pressão gigantesca, independente da sua posição. Acho que o cara que vem aqui tem que se entregar e se doar ao máximo, porque se isso não acontecer dentro de campo, vai haver cobrança. Estou preparado e focado para fazer o meu melhor papel dentro de campo.

CONCILIAR A OFENSIVIDADE COM A DEFSA

- Isso vai da intensidade de jogo que a gente apresenta dentro de campo. Eu chego à frente, porque eu sei que tenho intensidade para voltar para recompor a linha defensiva. Eu sei que estou bem fisicamente, que estou preparado e sei que posso fazer o meu papel tanto defensivamente, quanto atacando. Estou preparado para o que der e vier, e, dentro de campo, vou dar o meu melhor.

SOBRE O PONTA QUE JOGARÁ COM ELE PELA DIREITA

- A gente tem que se adaptar. Independente da característica do nosso extremo, a gente tem que se adaptar o mais rápido possível. É assim que o futebol brasileiro funciona. Em relação a isso, quem tem que fazer essa escolha não sou eu, é a comissão técnica e aquele que jogar vai ter que estar preparado para o que vai acontecer dentro de campo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos