Daniel Alves diz que título paulista é especial por ser pelo seu time do coração

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Daniel Alves, 38, não entrou em campo, mas foi um dos jogadores mais festejados na festa do título estadual do São Paulo, neste domingo (23). Foi a primeira conquista dele no futebol brasileiro desde a Copa do Nordeste de 2002 pelo Bahia, quando tinha apenas 19 anos.

O lateral sofreu entorse no joelho direito na primeira partida da decisão, no Allianz Parque. O Paulista de 2021 foi o 41º troféu de sua carreira. Antes disso, ele já era o jogador com mais títulos na história do futebol mundial.

"Eu me torneio jogador por causa do São Paulo. É diferente [a vitória no paulista] por ter sido pelo time do coração. Quando é o time do coração entram outras coisas além do trabalho e da dedicação", disse o jogador, principal contratação do clube em 2018, mas que teve de esperar até este domingo para ter a primeira conquista.

Além de Bahia e São Paulo, ele havia vencido cinco competições pelo Sevilla (ESP). Depois festejou 23 títulos com o Barcelona (ESP), dois pela Juventus (ITA) e cinco pelo Paris Saint-Germain (FRA). Com a seleção brasileira, levantou cinco taças.

"É muito especial para mim, estou nas nuvens. Conquistei muitas outras coisas, mas esse tem um sentimento especial. Eu tinha o sonho de jogar aqui, não tinha outro sonho. Era jogar aqui e ser campeão aqui é indiscutível. A emoção, você não pode conter", completou.

A dúvida é se ele poderá se apresentar à seleção brasileira. Daniel Alves foi uma das novidades na convocação de Tite para as partidas no próximo mês, contra Equador e Paraguai, pelas eliminatórias. O lateral está realizando tratamento três vezes por dia para conseguir se recuperar rapidamente da lesão.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos