Daniel Alves deixa São Paulo em meio a disputa sobre dívida

·1 minuto de leitura
Daniel Alves durante partida do São Paulo contra o Palmeiras pela Copa Libertadores

(.)

SÃO PAULO (Reuters) - O lateral Daniel Alves não jogará mais pelo São Paulo, tendo se recusado a treinar nesta sexta-feira por causa de uma disputa causada por salários atrasados, comunicou o clube.

O diretor de futebol do São Paulo disse que Daniel Alves, que esteve com a seleção brasileira nas eliminatórias para a Copa do Mundo, não compareceu e disse ao time que quer ser pago.

Embora nem o clube, nem o jogador tenham mencionado um valor, o jornal O Globo disse que o time deve ao lateral direito cerca de 11 milhões de reais.

"Fomos informados por seus representantes de que Daniel Alves não voltará ao São Paulo até haver um ajuste na dívida financeira que o São Paulo tem com o jogador", disse Carlos Belmonte.

"O São Paulo reconhece esta dívida, e na semana passada fizemos uma proposta para tentar acertá-la. A proposta não foi aceita pelos representantes do jogador. As negociações continuarão."

"Tomamos a decisão e dissemos ao técnico Hernán Crespo que Dani Alves não estará mais à disposição para jogar pelo São Paulo", afirmou.

Daniel Alves se transferiu para o time paulista em 2019 depois de 17 anos gloriosos na Europa com Sevilha, Barcelona, Juventus e Paris St Germain.

Ele torcia para o São Paulo na infância e disse que seu sonho sempre foi jogar pelo time.

Mas ele se tornou a vítima mais recente de um fenômeno comum no futebol brasileiro: times que não pagam a jogadores e treinadores os salários combinados.

(Por Andrew Downie)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos