Daniel Alves é acusado de assédio sexual em boate na Espanha, diz site; jogador nega

Daniel Alves jogou a Copa do Mundo do Qatar pela Seleção Brasileira (Foto: Lucas Figueiredo / CBF)

Lateral da Seleção Brasileira na Copa do Mundo do Qatar, Daniel Alves foi acusado de assédio sexual por uma mulher na Espanha. De acordo com o site espanhol 'ABC', o fato teria ocorrido em uma boate de Barcelona, na noite da última sexta-feira. Em contato com o LANCE!, o estafe do atleta negou as informações e disse já estar tomando as medidas cabíveis contra as acusações.

Segundo o portal espanhol, Daniel Alves teria tocado a mulher sem permissão e colocado a mão por dentro das roupas da moça, que acionou a polícia catalã. A mesma ainda teria relatado o ocorrido aos seguranças presentes na festa.

Leia também:

Ainda de acordo com o veículo espanhol, a mulher ficou bastante nervosa com a situação e relatou o ocorrido às pessoas próximas que estavam na boate. Quando a polícia chegou ao local, Dani Alves já não estava mais presente.

O site 'ABC' diz que as autoridades de Barcelona abriram investigação sobre o ocorrido, e a mulher passou por um exame médico em um hospital próximo. O boletim de ocorrência, no entanto, ainda teria sido formalizado pela vítima.

Daniel Alves jogou a última Copa do Mundo pela Seleção Brasileira e atualmente tem contrato com o Pumas, do México. Revelado pelo Bahia, o lateral de 39 anos fez história com a camisa do Barcelona e também atuou em grandes clubes, como Sevilla, Juventus, PSG e São Paulo.