Dani Alves: "Foi uma sensação estranha, a tristeza de meus ex-colegas foi minha também"

Daniel Alves analisou a vitória da Juventus sobre o Barcelona, por 3 a 0. Aos microfones da Mega, o brasileiro confessou que não celebrou os gols da Vecchia Signora por respeito aos ex-companheiros:

"Hoje era uma sensação estranha para mim. Enfrentá-los... Só queria fazer meu trabalho, ajudar e a alegria dos meus colegas era minha. Da mesma forma que a tristeza dos meus ex-companheiros também era minha. Preferi me preservar na felicidade pelo respeito por tudo que vivemos".

Sobre o jogo de volta em Barcelona, o brasileiro crê que a Juventus deve ir com o objetivo de marcar: "Penso que não podemos defender o resultado. No Camp Nou, eles fazem muitos bons jogos. Temos que marcar gols", comentou.

Dani Alves Barcelona Super Cup trophy


(Foto: Getty Images)

"Penso que foi muito por mérito nosso [o resultado]. As pessoas focam muito nos rivais, mas nossa intensidade fez com que o Barcelona não tivesse espaços nem pudesse controlar a partida como gostam. E isso é uma dificuldade. Foi mérito nosso", disse o lateral direito sobre o duelo.

Dani Alves ainda fez elogio aos comandados de Massimiliano Allegri no duelo desta terça-feira (11), pela partida de volta das quartas de final da UEFA Champions League:

"Penso que quando se prepara, há que crer  para poder conseguir. Portanto, é preciso trabalhar duro, preparar-se bem, porque temos um grande time como adversário. Porém, fizemos um jogo que beirou a perfeição", comentou o brasileiro, que ainda avaliou o confronto com o compatriota Neymar: "Ele é muito bom. Esta é a primeira parte ainda, a batalha segue".